Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Funcionários da Bernacon, empresa que presta serviço de limpeza e asseio nos prédios da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), estão em greve há sete dias. Eles fecharam parte da Avenida FAB em frente à secretaria na manhã desta terça-feira, 20, como forma de protesto. Os trabalhadores reivindicam três meses de salários atrasados e seis meses de auxilio alimentação.

Trabalhadores terceirizados bloquearam a FAB desde a manhã desta terça. Fotos: Júlio Miragaia

Trabalhadores terceirizados bloquearam a FAB desde a manhã desta terça. Fotos: Júlio Miragaia

O diretor do Sindicato de Asseio e Conservação do Estado do Amapá (Stacap), Ronilson Santos, conta que os pagamentos estão atrasados há três meses. Ele diz que tentou, junto com uma comissão de trabalhadores, ser recebido pela secretária de Saúde mas, não foram atendidos.

“Só depois que colocamos fogo em pneus e interditamos a rua foi que eles resolveram nos receber. Ficaram de nos dar uma resposta às 15h30min. Já estamos caminhando para o quarto mês sem receber nenhum centavo. Aqui tem pai e mãe de família com aluguel atrasado e conta atrasada”, queixa-se o Ronilson.

Ronilson

Ronilson Santos. Foi preciso colocar fogo em pneus e fechar a rua para ser recebido.

Suane Monteiro de 40 anos presta serviço de limpeza no Pronto Atendimento infantil (PAI). Ela diz que não aguenta mais a situação. O aluguel da casa onde mora está atrasado e já está quase sem recursos para comprar a alimentação dos filhos.

Servidora pede socorro.

Servidora pede socorro

“Socorro! Nós pedimos socorro. Já são quase quatro meses de salário atrasado e seis meses de vale alimentação. Sem contar o restante de pagamentos de 2015 que eles parcelaram e nunca mais pagaram para nós”, protesta a servente.

A Sesa recebeu às 15h30min uma comissão de trabalhadores e disse que o dinheiro seria repassado para a empresa até as 18h de hoje.

“Eles disseram que vão repassar o dinheiro mas, nós vamos continuar aqui até a empresa pague todos os funcionários”, finalizou Ronilson.

Compartilhamentos