Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Um vídeo gravado por um morador mostra os momentos de tensão entre manifestantes e a Polícia Rodoviária Federal do Amapá (PRF-AP) na manhã de quarta-feira, 14, no KM-130 da BR-156, na comunidade de Maracá. 

No vídeo, é possível ouvir dezenas de tiros disparados pelos policiais, que também estiveram no alvo de pelo menos duas pessoas armadas com espingardas. Um dos agressores foi preso. 

As imagens também mostram os manifestantes recuados numa parte da rodovia. No chão aparecem dezenas de pedras e pedaços de madeira atirados contra a equipe da PRF que reage com bombas de gás lacrimogêneo.

Momentos antes, os manifestantes haviam incendiado a ponte sobre o Rio Maracá, isolando por terra a região Sul do Amapá do restante do Estado. Nos próximos dias vai continuar sendo impossível chegar pela BR-156 aos municípios de Laranjal e Vitória do Jari.

O protesto, que terminou em vandalismo, reivindica a normalização do abastecimento de combustível que alimenta os geradores de energia da região. O produto é fornecido pela Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (Sims) do Estado. 

Estragos na ponte registrados pelo jornalista Rodrigo Sales

Estragos na ponte registrados pelo jornalista Rodrigo Sales

Compartilhamentos