Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A juíza Stella Ramos não é mais desembargadora. A corte cumpriu determinação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e desfez a promoção da magistrada que comandava a corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE). Quem assumiu a função de corregedor foi o desembargador Agostino Silvério, segundo à esquerda na foto de capa. 

Silvério foi empossado em sessão administrativa do TRE realizada na tarde de quarta-feira, 5. A sessão foi conduzida pelo presidente do tribunal, desembargador Carlos Tork.

Stella Ramos ao lado do presidente Carlos Tork: ocupou a função por quase dois anos. Foto: Arquivo

Stella Ramos ao lado do presidente Carlos Tork: ocupou a função por quase dois anos. Foto: Arquivo

O cancelamento da promoção de Stella Ramos foi decidida no dia 27 de setembro, e atendeu representação do juiz Rommel Araújo de Oliveira, que tinha ficado em primeiro lugar na lista de juízes candidatos à vaga.

Stella Ramos estava em sexto lugar, mas, depois da criação de novas regras de avaliação por merecimento, ela acabou conquistando a vaga. O CNJ demorou quase dois anos para julgar a representação.

O Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap) precisará realizar um novo processo de escolha, mas ainda não anunciou quando isso ocorrerá.

Como corregedora, Stella Ramos comandou o primeiro turno das eleições municipais no Amapá.

O novo corregedor, Agostino Silvério, também assumiu a vice-presidência do TRE até o ano que vem, quando ocorrem novas eleições no Judiciário.

Compartilhamentos