Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Valdez Batista de Oliveira, de 24 anos, junto com um comparsa ainda não identificado pela polícia, invadiu quatro residências e furtou vários objetos, no fim da tarde de sábado, 22, na avenida Alagoas, no Bairro do Pacoval.

Porém, o crime começou a ser frustrado quando ele estava dentro da casa da última vítima e experimentava cuecas e roupas para levar. Descoberto, o ladrão então correu para fora da residência, para um terreno baldio no quintal do vizinho.

Objetos roupados das quatro casas que Valdez invadiu. Fotos: Olho de Boto

Objetos roubados das quatro casas que Valdez invadiu e a faca que usou como arma. Fotos: Olho de Boto

“Tive um susto muito grande, quando abri  a porta do quarto. Minha reação foi só fechar e segurar a porta. Foi quando ele fugiu”, comentou o morador que preferiu não se identificar.

“Ele escolheu as roupas, experimentou, até as cuecas, tinha separado tudo direitinho, foi quando a cachorra latiu e liguei o monitoramento de casa”, prosseguiu a vítima.

Valdez foi pego dentro do quarto da última vítima

Valdez foi pego dentro do quarto da última vítima

Após a fuga frustrada, Valdez foi pego na rua por populares e espancado. O homem ficou ferido com as agressões que sofreu dos moradores, indignados com a ação criminosa. 
Assista o vídeo:

De acordo com o sargento Amim, do 6º BPM, que acompanhou o caso, o comparsa de Valdez ainda não foi encontrado. O policial informou também que o ladrão havia acabado de sair do Iapen, cumprindo pena por roubo.

Antes da chegada da polícia, Valdez foi agredido por moradores

Antes da chegada da polícia, Valdez foi agredido por moradores

“Ele estava armado com arma branca (faca) e intimidou as vítimas, tentou fazer refém em uma das casas, mas foi capturado por populares “, complementou o sargento.
Compartilhamentos