Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Duas vítimas de um assalto no Bairro Novo Buritizal, na Zona Sul de Macapá, nasceram de novo na noite desta quarta-feira, 12. A arma de um dos assaltantes falhou três vezes ao ser acionada. Ele foi perseguido, capturado e espancado por populares.

O crime ocorreu por volta das 20h. As vítimas estavam caminhando pela Rua Claudomiro de Moraes, próximo do Super Fácil, quando foram rendidas pela dupla de assaltantes.

Quando eles já haviam recolhido dinheiro e celulares, uma das vítimas olhou para o revólver e achou que se tratava de um simulacro, na linguagem policial uma réplica de arma de fogo. Não era.

As vítimas reagiram e travaram luta corporal com os bandidos. O que segurava a arma chegou a puxar o gatilho três vezes, mas o revólver não funcionou. Os bandidos desistiram e correram.

'Baby' no Ciosp do Pacoval: 18 anos com passagens por roubo e tráfico de drogas. Fotos: Olho de Boto

‘Baby’ no Ciosp do Pacoval: 18 anos com passagens por roubo e tráfico de drogas. Fotos: Olho de Boto

Um deles foi alcançado por populares e submetido a uma sessão de espancamento que só terminou com a chegada da Polícia Militar.

O bandido que apanhou foi identificado como Fábio Alves Nunes, de 18 anos, o ‘Baby’. O comparsa dele, identificado apenas como ‘Jefinho’, conseguiu fugir levando os pertences das vítimas e a arma de fogo. Ele ainda não foi encontrado.

“Os dois atuam muito na 16ª dos Congós e no Zerão também”, comentou o sargento J. Santos, do 1º Batalhão da Polícia Militar do Amapá.

Apesar da pouca idade, Baby já tem uma passagem pelo Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) por roubo e tráfico de drogas.

Ele foi apresentado pela PM no Ciosp do Pacoval, onde foi autuado por roubo qualificado. 

Compartilhamentos