Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A BR-210 foi bloqueada durante a manhã desta quarta-feira, 19, por moradores do município de Porto Grande contra a instalação de um radar que foi colocado na cidade.

Motoristas, indignados, questionam o alto valor e a grande quantidade de multas. Fotos:

Motoristas, indignados, questionam o alto valor e a grande quantidade de multas. Fotos: Professora Antônia Nunes

De acordo com participantes do ato, há dívidas relacionadas as multas que somam até R$ 60 mil, o que gerou a revolta da população, que fechou a via com pneus, galhos de árvores e entulhos.

O radar, ainda de acordo com organizadores do protesto, não mostra quando é ultrapassada a quilometragem e não houve nenhuma campanha ou informação de quando começaria o funcionamento do monitoramento. Há reclamações também de que falta sinalização.

Multas foram exibidas no protesto para comprovar o valor cobrado nas infrações

Multas foram exibidas no protesto para comprovar o valor cobrado nas infrações

“Se tem 30 multas, tem que preencher 30 formulários. Tem que pagar as multas e enviar pra Brasília e só daqui a três, quatro meses que há a regularização do veículo”, reclamou um dos manifestantes que não quis se identificar.

Por ser uma estrada federal, a BR-210 é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Equipes do Grupo Tático Aéreo (GTA) e da Polícia Rodoviária Federal acompanharam o protesto que se dispersou por volta das 11 horas.

Outra manifestação

Professores também protestaram contra salários atrasados

Professores também protestaram contra salários atrasados

No mesmo horário e local em que ocorreu o protesto contra as multas, servidores municipais da educação também realizaram um protesto. A categoria questiona salários atrasados e o abandono do município pelo poder público.

Protesto da educação denunciou a administração do município

Protesto da educação denunciou a administração do município

 

 

Compartilhamentos