Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Quatro pessoas foram assassinadas a tiros na madrugada desta quinta-feira, 27, no Bairro Hospitalidade, município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá. As vítimas foram mortas com tiros na cabeça por homens encapuzados, relataram testemunhas.

O crime ocorreu por volta da 1h da manhã, na Rua Rui Barbosa, esquina com a Avenida Presidente Kennedy. O pai de uma das vítimas disse à Polícia Militar que viu tudo acontecer.

Jovens foram mortos com tiros na cabeça. Fotos: Olho de Boto

Jovens foram mortos com tiros na cabeça. Fotos: Olho de Boto

“A informação que o pai de uma das vítimas repassou é que ele escutou o barulho de freada de um carro, e imaginou que fosse uma viatura fazendo abordagem de pessoas. Quando ele saiu pela porta para ver o que ocorria, viu umas 3 pessoas descendo de um carro e atirando nos jovens. Eles entraram no carro e foram embora”, comentou o tenente Herinaldo, do 4º BPM.

Outras testemunhas afirmaram que havia mais três pessoas dentro do veículo, totalizando seis indivíduos. Três vítimas morreram no local. Eles foram identificados como: Ozeias Lacerda Pinheiro, de 19 anos; Bruno Cavalcante Brito, de 20 anos; e Jacildo Oliveira Brito Júnior, de 17 anos, irmão de Bruno. Arinaldo Anjos Dias, de 20 anos, ainda foi socorrido com vida, mas morreu no Hospital de Emergência de Santana.

Peritos recolhem cartuchos na cena do crime

Peritos recolhem cartuchos na cena do crime

Placa mostra onde a chacina ocorreu

Placa mostra onde a chacina ocorreu

Peritos da Polícia Técnica do Amapá (Politec) estiveram no local, mas só depois da divulgação do laudo será possível saber a quantidade de tiros disparados e o calibre usado. Moradores que ligaram para o 190 relataram muitos disparos.

A PM fez diligências nas redondezas atrás de um carro sedan prateado visto pelo pai de uma das vítimas e outros moradores, mas não encontrou o veículo.

Mistério

A motivação também é um mistério. Nenhum dos quatro mortos tinha antecedentes criminais. Apenas um irmão de Ozeias Lacerda tem passagens pelo Centro Socioeducativo de Internação Masculina (Cesein) quando era menor, e estava com dois mandados de prisão por furto. Ele já está preso.

Carro-tumba da Politec remove os corpos

Carro-tumba da Politec remove os corpos

A PM praticamente descartou a possibilidade de alguma relação com o atentado sofrido por um sargento em Santana no último domingo, 23.

“Nenhum dos mortos tinha qualquer relação com esse crime”, garantiu o oficial do 4º BPM.

Todas as vítimas moravam no bairro. A Policia Civil vai investigar o caso. 

Compartilhamentos