Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

A Justiça Eleitoral do Amapá já iniciou a preparação para o segundo turno das eleições em Macapá, marcado para dia 30 de outubro. Enquanto isso, partidos preparam a retomada da propaganda eleitoral no rádio e na TV.

Mais uma vez serão 277.688 mil eleitores, 874 seções em 137 locais de votação. Apesar da eleição ser apenas para dois candidatos, continuam convocados os 3.344 mesários. 

De acordo com dados da Justiça Eleitoral, policiais militares, federais e rodoviários e 80 guardas municipais trabalharão neste segundo turno.

O juiz Adão Carvalho, da 2ª Zona Eleitoral concedeu entrevista ao SELESNAFES.COM avaliando o primeiro turno, e explicando os encaminhamentos para o segundo momento da eleição que define o próximo prefeito de Macapá

Como o senhor avalia esse primeiro turno?

Foi uma das melhores eleições que participei. Tudo ocorreu na maior tranquilidade. Aconteceram, sim, situações pontuais, mas que não representaram problemas ao pleito. Não houve filas nos colégios e todos foram votar de forma ordeira, sem tumulto.

Destaque os maiores problemas nesse primeiro turno

Além da substituição de urnas efetuamos três prisões. Uma por transporte irregular de eleitores. Outra porque o eleitor fotografou o seu voto e uma terceira bem peculiar e inusitada. Em 25 anos de magistratura me surpreendeu muito um eleitor que votou duas vezes. Foi assim, ele votou e enquanto os mesários preparavam a urna para o eleitor seguinte, ele voltou lá e votou enquanto o eleitor da vez estava distraído. A situação é engraçada de tão absurda. Ele foi preso em flagrante delito e levado na hora para a Polícia Federal.

Qual o principal avanço desse primeiro turno comparado ao de outras eleições?

Ah, com certeza a cidade limpa. Os candidatos, coligações e eleitores atenderam nosso apelo de manter a cidade limpa. Você pode ter visto um ou dois santinhos por aí, mas nada comparado aquela lixeira que a cidade ficava eleições atrás. Isso foi muito exitoso pra gente.

A apuração on line em tempo real ajudou no processo eleitoral?

Sim muito. E muitos cidadãos baixaram nosso aplicativo. A tecnologia empregada foi de ponta e apuramos os votos em tempo quase recorde. Em uma hora e meia já tínhamos apurado em todo o município de Macapá. Não tivemos problemas com a transmissão de informações das localidades mais distantes e nossos 84 técnicos realizaram com sucesso a apuração. Nesse quesito foi a melhor apuração em décadas.

Como andam os preparativos para o segundo turno?

Já estamos preparando o carregamento e lacre das urnas. A logística empregada será a mesma com o procedimento de carregar e lacrar as urnas, preparar os mesários e passar últimas orientações. Por ter só dois candidatos será tudo mais rápido.

O que a justiça espera da propaganda de rádio e televisão nesse segundo turno?

A propaganda política no rádio e televisão era pra ter começado ontem, mas um acordo entre a justiça e os candidatos adiaram para a segunda-feira, 12. Está tudo homologado. Eu espero que ambas as coligações se respeitem e passe ao eleitorado seus ideais. Que não tenham aquelas ataques que só desgastam o pleito e cansam o eleitor. Esperamos maturidade.

Compartilhamentos