Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Policiais federais cumpriram mandados de busca e apreensão neste sábado, 1º, em residências de dois diretores da Assembleia Legislativa do Amapá. Numa das casas os agentes encontraram R$ 12 mil em notas de pequeno valor.

Segundo o MPE, a suspeita é de que o dinheiro ‘miúdo’ seria usado em compra de votos para beneficiar um candidato a vereador de Macapá ou em trabalho de boca de urna.

O material apreendido foi entregue na manhã deste sábado à promotoria eleitoral André Guedes, da 2ª Zona Eleitoral.

“Essa apreensão ocorreu depois de denúncia anônima. Ontem fizemos a apreensão de tíquetes em um posto de gasolina. Dois dias antes quatro pessoas foram conduzidas também por causa de tíquetes. Além disso encontramos pessoas com cestas básicas”, informou a promotora.

O MPE não divulgou os nomes dos envolvidos. 

Foto: MPE

Compartilhamentos