Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) finalizou nesta sexta-feira, 30, a preparação para as eleições 2016. Em Macapá, serão 277.688 eleitores, 874 seções em 137 locais de votação e 3.344 mesários. A atenção é para os maiores locais de votação

De acordo com dados da 2ª e 10ª zonas eleitorais da capital, o maior número de eleitores é o da Escola Estadual Nilton Balieiro Machado, no Marabaixo III com 5.744 votantes, seguido pela Escola Estadual Maria Cavalcante de Azevedo Picanço com 4.941 eleitores e depois pela Universidade Federal do Amapá (Unifap) com 4.983 votantes.

“Nós temos a preocupação redobrada com esses locais com muitos eleitores. Se uma seção normal tem cinco mesários e dois fiscais, nesses casos de quantitativo diferenciado nós dobramos o número para buscar coibir abusos e condutas ilícitas”, frisou o juiz eleitoral da 2ª Zona, Adão Carvalho.

Juiz Adão Carvalho

Juiz Adão Carvalho. Foto: arquivo

Guarda Municipal participa pela primeira vez da segurança na eleição

Em Macapá, além dos policiais militares, federais e rodoviários, 80 guardas municipais trabalharão pela primeira vez no processo eleitoral. A eleição também permitirá a entrada de fiscais partidários indicados previamente por cada coligação para atuar dentro da seção.

“Temos um grande aparato de logística e segurança. É importante dizer que o eleitor pode se manifestar de forma silenciosa portando uma bandeira, broche. O que não pode é tumultuar ou aglomerar. É uma manifestação eleitoral silenciosa e pessoal”, disse o juiz.

Menos Votantes

A Escola Estadual Antônio Braulio de Souza, localizada no quilometro 30 da BR-156, na comunidade Quilombola Mel da Pedreira, tem o menor quantitativo de votantes por colégio eleitoral. Apenas uma seção para 76 eleitores.

Compartilhamentos