Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A final do Programa Parlamento Juvenil Mercosul terá dois estudantes amapaenses. Fernando Teles Costa e Júlia Jamile da Silva Azevedo, ambos de 15 anos, estão no segundo ano do ensino médio da Escola Estadual Alexandre Vaz Tavares, no Bairro do Trem, área central de Macapá.

Eles foram classificados na etapa estadual onde apresentaram um projeto autoral de protagonismo juvenil que contemplasse sua realidade local. A Secretaria de Estado da Educação (Seed) analisou e selecionou os três melhores projetos. Um aluno do Instituto Federal do Amapá (Ifap) também foi aprovado. 

No total, 108 candidatos de todo o país disputarão a etapa nacional coordenada pelo Ministério da Educação. A eleição será por votação no site do MEC entre os dias 30 de outubro e 5 de novembro, no endereço www.pjm.mec.gov.br

Os perfis dos estudantes e seus projetos ficarão em exibição no site. Para votar, será necessário se cadastrar no site.

Antes da votação começar, os estudantes estão divulgando os projetos nas escolas e redes sociais para mobilizar os jovens a participar da votação. 

O projeto de Júlia Jamile da Silva Azevedo, “Criando uma Sociedade Melhor”, fomenta valores necessários ao convívio social.

“A ideia é ensinar os valores que estão em falta hoje em dia, como o respeito, a solidariedade, honestidade, a compaixão. Além de aulas teóricas, teríamos aulas práticas, discutindo os temas em instituições relacionadas ao assunto, como abrigos, orfanatos, hospital, parques, por exemplo. Estou na expectativa por um bom resultado”, explicou a estudante.

Fernando Teles apresentou o material didático em meio digital como forma de melhorar o aprendizado e reduzir custos.

“Entre os benefícios de termos o material em formato digital, é que teríamos mais tempo em sala de aula para discutir os temas, por exemplo. Além de poder ter o conteúdo no celular, também, pronto para gente ler em qualquer lugar. Acredito que essa ideia vai se concretizar logo”, disse o estudante. 

Foto: Divulgação

 

Compartilhamentos