Compartilhamentos

SELES NAFES

Portas e janelas de várias salas da Secretaria de Educação do Amapá (Seed) amanheceram arrombadas nesta segunda-feira, 17. Documentos e relatórios de prestações de contas de diretores que estavam sendo auditados por técnicos do Tribunal de Contas do Estado (TCE) desapareceram.

A ação criminosa foi cirúrgica. O alvo eram as salas onde as equipes do TCE estavam trabalhando. Além de documentos e relatórios, foram levados notebooks do Tribunal de Contas.

“Não sabemos o número exato de processos, mas o Tribunal de Contas estava analisando processos de 2014”, explicou a secretária de Educação do Amapá, Goreth Sousa.

Armário arrombado: criminosos sabia onde procurar. Fotos: Erich Macias

Armário arrombado: criminosos sabia onde procurar. Fotos: Erich Macias

Os processos são prestações de contas de gestores de escolas que demonstram a aplicação de recursos federais para transporte, merenda escolar, e outros serviços que demandam convênios.

A Seed registrou ocorrência na Polícia Civil e a Polícia Técnica foi acionada para periciar as salas. A Polícia Federal também foi comunicada.

Prestações de contas de 2014 foram levadas

Prestações de contas de 2014 foram levadas

“Vamos encaminhar cópias de todos esses registros policiais para os ministérios públicos estadual e federal, e também para os órgãos federais responsáveis por esses convênios, e por último faremos a instalação de uma sindicância interna para apurar responsabilidades”, adiantou a secretária.

O interior do prédio da Seed não tem sistema de câmeras e apenas um vigilante faz a proteção patrimonial.

Na semana passada a Polícia Federal deflagrou operação para investigar o desvio de R$ 200 mil de merenda escolar na Escola Nilton Balieiro, no Marabaixo.

Compartilhamentos