Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

O Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (IEPA) já catalogou mais de 500 espécies de peixes em todo Estado. A maioria delas estará exposta em uma mostra que faz parte da programação que comemora os 25 anos de criação da instituição. A exposição de peixes e crustáceos inicia nesta terça-feira, 11, na ‘Casa de Vidro’ dentro do Museu Sacaca.

O curador das coleções, o pesquisador Aristides Ferreira, explica que o objetivo da mostra é dar um retorno à população quanto aos trabalhos de pesquisa que o instituto tem realizado.  A amostra ‘Crustáceos e Peixes’ trará uma parte das espécies que já foram catalogadas.

Mais de 500 espécies já foram catalogadas. Fotos: André Silva

Bacú: Mais de 500 espécies já foram catalogadas. Fotos: André Silva

“A intenção é apresentar os trabalhos desenvolvidos nesses 25 anos de pesquisa. Nosso trabalho é catalogar as espécies pertencentes a nossa região, além de espécies novas encontradas também”, explicou o pesquisador.

A exemplo disso foi a descoberta de uma nova espécie que ocorreu em 2007 e ganhou repercussão nacional. O phenacogaster apletostigma foi encontrado na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Iratapuru e na Floresta Nacional do Amapá. Essa espécie foi a primeira do gênero que deu origem a outros indivíduos.

Arraias chamam a atenção

Arraias chamam a atenção

Mostra foi montada na 'Casa de Vidro' do Museu Sacaca

Mostra foi montada na ‘Casa de Vidro’ do Museu Sacaca

“Esse foi o primeiro indivíduo coletado para ser feita a coleção da espécie, foi o que iniciou. Esse nós temos no laboratório”,  disse o pesquisador.

Os peixes estarão expostos para serem apreciados pelo público até a semana que vem. A próxima coletânea será de tartarugas e cobras.  Toda programação pode ser acessada na página do instituto http://www.iepa.ap.gov.br/index.php.

iepa-4

Crustáceos encontrados nos rios do Amapá

História

O Instituto passou por diversas adequações e mudou de nome várias vezes desde que foi criado, até que em  01 de outubro de 1991, por meio do Decreto nº 0191, foi criado o Instituto de Estudos e Pesquisas do Amapá (IEPA).

Ao final de 1997, aconteceu uma nova reforma administrativa passando a sua denominação para Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá.

Compartilhamentos