Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Chamada Escolar 2017, que estava programada para começar nesta terça-feira, 18, foi adiada para esta quarta, 19. Problemas técnicos no site provocaram o adiamento. Esse ano, o uso do CPF do aluno é obrigatório para realizar a matrícula.

É o segundo ano que a chamada escola é feita por meio da internet. Nos outros anos a matrícula era realizada presencialmente nas escolas de todos os municípios. No início da tarde desta terça-feira, 18, abertura do prazo para as inscrições, os alunos não conseguiam acessar o site.

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) disse que se tratava de um problema nas informações que estão sendo repassadas pelos usuários que fazem com que o sistema fique pesado e impeça a página de ser aberta.

“Eles (Prodap) estão mexendo no sistema porque algumas informações estão pesando muito, mas até o fim deste dia ele volta a funcionar e se for necessário nós estenderemos o prazo”, disse Dina Melo, da Coordenação de Educação Básica e Ensino Profissionalizante da Seed.

Dina Melo, da Coordenação de Educação Básica e Ensino Profissionalizante da Seed. Previsão de retorno do site é ainda nesta terça.

Dina Melo, da Coordenação de Educação Básica e Ensino Profissionalizante da Seed. Previsão de retorno do site é ainda nesta terça. Foto: André Silva

Chamada Escolar

A Chamada Escolar é um censo que serve para saber qual a quantidade de alunos que irão estudar na rede pública no próximo ano letivo.

Ela é importante para organizar a demanda de profissionais, salas de aula, saber qual o quantitativo de pessoas estarão estudando em uma determinada região do estado, entre outras informações.

Na rede estadual estão matriculados 131.708 alunos. Desses, 40 mil são do ensino médio, o restante é do ensino fundamental.

Quem deve se inscrever?

A Chamada Escolar serve tanto para aqueles que estão  começando na escola como para aqueles que queiram se transferir por algum motivo. Seja porque a escola não ofereça a série seguinte, ou por que precise se mudar. Aqueles que queiram voltar a estudar também precisam se inscrever.

“Se a minha escola não tem a série, eu tenho que saber onde vou estudar no ano que vem. Para isso, é necessário que faça a inscrição. Quem quer voltar a estudar, também precisa se inscrever”, explica a coordenadora.

Qual a documentação?

Os documentos do aluno necessários são: o CPF do estudante, o cartão do SUS e a Certidão de Nascimento.

Do responsável: RG, CPF e comprovante de residência.

Para as crianças que ainda não possuem CPF, a Seed informa que os responsáveis podem procurar as agências dos Correios ou os postos do Superfácil.

“Se o aluno não tiver o CPF ele não poderá se matricular, até por que é o primeiro campo para ser preenchido na hora da inscrição e se não for, o usuário fica impedido de concluir a inscrição”, finalizou a coordenadora.

Onde

Para acessar a pagina é só acessar www.escoapublica.ap.gov.br

Compartilhamentos