Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Um homem acusado de participar do assalto a casa de uma deputada estadual na região do Jari, no Sul do Amapá, foi morto com duas facadas no início da manhã deste domingo, 27, na cidade de Porto Grande, a 105 quilômetros de Macapá. Segundo a Polícia Militar, o assassino é menor de idade e tinha sido agredido com três bofetadas no rosto momentos antes.

O crime ocorreu no Balneário de Porto Grande, por volta das 5h.  Pedro Henrique Souza da Silva, de 18 anos, estava na companhia de outras pessoas quando desferiu os tapas no rosto do menor que se retirou e depois voltou armado com uma faca.

“Esses jovens já tinham uma rixa antiga, e ao se encontrarem no balneário a vítima deu três tapas no algoz que saiu e voltou armado com uma faca desferindo dois golpes, um no braço e outro no peito da vítima levando a óbito esse elemento”, comentou o capitão Clebson, comandante da Companhia Araguari do 7º Batalhão da PM.

Pedro Henrique participou do assalto na casa da deputada Raimunda Beirão e chegou a trocar tiros com a PM sendo ferido no abdômen. Foto: Arquivo policial

Pedro Henrique participou do assalto na casa da deputada Raimunda Beirão e chegou a trocar tiros com a PM, sendo ferido no abdômen. Foto: Arquivo policial

Policiais militares identificaram o agressor conhecido pelo apelido de “Borunga” e iniciaram as diligências pela casa da mãe do acusado. Ela informou que o filho estava na casa de uma irmã, e quando os policiais chegaram ao local o menor saiu da residência em direção a uma área de difícil acesso.  

“São umas saídas para o trilho (do trem) que a gente não consegue alcançar. Lá ele pulou de uma ribanceira de 15 metros, e em seguida correu para dentro da mata”, comentou o capitão.

A preocupação agora é com possíveis atos de vingança da família da vítima.

“São todos meliantes. Eu já orientei as nossas equipes a irem às residências da mãe e da irmã do menor para que se for possível elas saiam das casas”, concluiu o comandante.

Pedro Henrique, a vítima, estava envolvido no assalto à casa da deputada estadual Raimunda Beirão (PMB), no município de Vitória do Jari, ocorrido no último dia 6 de agosto.

Na fuga, depois de amarrar os moradores da residência, ele trocou tiros com policiais militares e foi lesionado com um projétil no abdômen, mas sobreviveu depois de ser socorrido e levado até o Hospital de Laranjal do Jari.

Compartilhamentos