Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Uma foto cheia de significados circulou nas redes sociais neste fim de semana, onde a folclórica Marinéia Santos Santana, de 37 anos, muito conhecida como “Big Big”, aparentemente molesta um homem que parece estar desacordado numa maca no Hospital de Emergência de Macapá (HE).

Ninguém sabe ao certo quem tirou a foto e quando o fato ocorreu, mas ela começou a ser divulgada no domingo, 6, pelo Whatsapp e Facebook. A imagem mostra Big Big fazendo pose e pegando nas genitais de um paciente que aparentemente está dormindo ou desarcordado.

Marinéia estava dormindo em frente ao HE pela manhã. Fotos: Cássia Lima

Marinéia estava dormindo em frente ao HE pela manhã. Fotos: Cássia Lima

“Eu mesmo não vi nada na hora, mas vi a imagem circulando nas redes sociais. O que eu sei é que a Big Big mora no hospital. Lá na frente tem até um colchão onde ela fica. Ela tem acesso livre no HE”, disse um enfermeiro que preferiu não se identificar.

Apesar da foto mostrar de lado o rosto do homem, ele ainda não foi identificado. Também não é possível afirmar se realmente estaria dormindo, ou participando do que pode ter sido mais uma brincadeira com Big Big.  

Colchão onde "Big Big" dorme no HE

Colchão onde “Big Big” dorme no HE

“Tem muita gente que incentiva ela fazer essas brincadeiras de mau gosto. Vejo pacientes dizendo para ela pegar naquelas partes dos homens. Eu acho que o cara estava fazendo graça mesmo e um palhaço fotografou”, disse Manoel Jardim, que vende lanche na frente do hospital.

Alheia à polêmica, nesta manhã Big Big estava dormindo em frente ao hospital. Ao acordar, ela não quis falar com a reportagem e voltou a dormir.

A imagem que viralizou nas redes sociais pode ser engraçada para algumas pessoas, mas preocupou outras.

“Minha mãe está internada no hospital esperando cirurgia. Eu sei que a Big Big precisa de ajuda, mas ela não pode ficar solta dentro do hospital, mesmo que seja para fazer graça”, disse a estudante Carolina Ferreira.

A direção do HE confirmou que Big Big tinha acesso livre ao hospital para poder usar o banheiro e beber água. Mas que a partir de hoje ele estará proibida de entrar nas dependências da unidade. Uma ordem da direção foi expedida a todos os funcionários sobre a restrição.

Como o homem da foto não registrou ocorrência na delegacia, a situação não será apurada pela polícia.

A história de Big Big

big big 3

Marineia foi vítima de uma cadeia de acontecimentos que mudou para sempre sua vida

Muita gente não sabe, mas Marinéia Santos Santana, conhecida como Big Big, tem uma história de vida marcada por muito sofrimento.

De tanto andar nas ruas, ela tem a pele queimada pelo sol. No passado, familiares diziam que ela era uma moça bonita. Marinéia é natural de Macapá, mas também morou com a família em Caiena, na Guiana Francesa, onde passou boa parte da infância e onde também aprendeu a falar francês fluentemente.

Aos 15 anos, passou por uma tentativa de estupro, e foi esfaqueada pelo criminoso. Recuperada da agressão, meses depois, enquanto andava de bicicleta sofreu um acidente na rotatória da Rua Jovino Dinoá, no Bairro do Araxá. Uma kombi a atingiu em cheio por trás. O choque foi tão forte que ela bateu com a cabeça no asfalto, e, segundo a família, teve uma pequena perda de massa encefálica.

Depois, aos 19 anos, Marinéia sofreu um aborto causado por uma queda. A dor da perda do filho veio acompanhada do rompimento com o noivo. Desde então ela começou a sair de casa e demorar para retornar. Sempre que saía, levava objetos e a família descobriu que ela estava viciada em drogas.

A família tentou ajudar, mas ela definitivamente começou a morar nas ruas de Macapá. A irmã dela, Edna Santana, disse em janeiro à reportagem do site que busca ajuda para a irmã.

Edna, a irmã que cria a filha de Marinéia: tratamento ajudaria a irmã

Edna, a irmã que cria a filha de Marinéia: tratamento ajudaria a irmã

“Já levei ela para alguns centros de tratamento, mas ela sempre fugia. A Marinéia sabe perfeitamente distinguir as coisas, ela fala francês e reconhece os parentes mais próximos. O que falta pra minha irmã é um tratamento numa clínica que possa suprir as necessidades dela”.  

 

Após a foto polêmica, "Big Big" foi proibida de circular dentro do hospital

Após a foto polêmica, “Big Big” foi proibida de circular dentro do hospital

Compartilhamentos