Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

O agricultor Nilton Farias Campos, 41 anos, conhecido como “Pupunha”, estava foragido desde 2009. Ele deveria cumprir pena de 28 anos pelo assassinato do próprio sogro, ocorrido no Bairro Novo Horizonte, no mesmo ano, mas fugiu.

Equipe do delegado Ronaldo Coelho, efetuou o mandado de prisão na comunidade de São Pedro dos Bois. Fotos: Olho de Boto

Equipe do delegado Ronaldo Coelho, efetuou o mandado de prisão na comunidade de São Pedro dos Bois. Fotos: Olho de Boto

O homem foi encontrado no início da manhã deste sábado, 19, por uma equipe da Delegacia de Homicídios, sob o comando do delegado Ronaldo Coelho. Nilton estava na comunidade de São Pedro dos Bois, à 50 km de Macapá.

De acordo com denúncias feitas pelos moradores para a Polícia Civil, o agricultor andava ameaçando algumas pessoas, que sabiam das pendências do homem com a justiça.

Durante o julgamento, o agricultor confessou estar embriagado quando desferiu a facada mortal contra o sogro

Durante o julgamento, o agricultor confessou estar embriagado quando desferiu a facada mortal contra o sogro

Matou o sogro com facada

O assassinato de seu sogro, aconteceu depois de uma bebedeira em família. Depois de se desentender com a esposa e a sogra, Nilton, que confessou estar embriagado durante o ato, partiu para a agressão física com o pai de sua companheira, Joaquim Fortunato da Silva, 49 anos.

Pupunha desferiu um golpe de faca no coração do sogro que foi fatal. 

Ofensiva sobre mandados de prisão

De acordo com o delegado Ronaldo Coelho, Nilton Farias Campos, aguardava em liberdade seu julgamento e após a condenação sumiu sem deixar rastros durante os últimos sete anos.

“Chegou a informação que ele andava amedrontando as pessoas por lá, e como não temos medo de nada, e temos o mandado de prisão e o crime é de homicídio, então é competência dessa delegacia cumprir com a justiça”, disse Coelho.

A Delegacia de Homicídios iniciou ofensiva sobre mandados de prisão

A Delegacia de Homicídios iniciou ofensiva sobre mandados de prisão

O delegado disse também que há uma ofensiva da delegacia no monitoramento dos mandados de prisão.

“Quem tiver mandado de prisão por homicídio, pode esperar que nós vamos atrás”, afirmou.

Disque-denúncia e whatsapp

 O delegado Ronaldo Coelho pede que a população ajude a polícia a encontrar foragidos, fazendo denúncias pelo número de telefone da Delegacia de Homicídios.

O telefone é 99202-6000, que também é Whatsapp. A identidade do informante é sempre mantida em sigilo.

Ronaldo Coelho pede que população envie informações para a captura de foragidos para o telefone da delegacia

Ronaldo Coelho pede que população envie informações para a captura de foragidos para o telefone da delegacia

Compartilhamentos