Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Uma dona de casa de 56 anos morreu atropelada na noite de quinta-feira, 24, na Rodovia JK, próximo da Universidade Federal do Amapá (Unifap). Segundo o Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), ela tentava atravessar um trecho da rodovia que fica a menos de 50 menos da passarela elevada.

O atropelamento ocorreu por volta às 19h15min. De acordo com a PM, ela retornava para casa, no Bairro Zerão, Zona Sul de Macapá, depois de fazer compras em um supermercado atacadista.  

O trânsito era intenso. Testemunhas viram quando ela tentou atravessar a pista e chegou a se posicionar entre dois carros, impossibilitando um terceiro  motorista de evitar o atropelamento.

A vítima se posicionou entre dois veículos, mas não conseguiu escapar do terceiro. Fotos: Olho de Boto

A vítima se posicionou entre dois veículos, mas não conseguiu escapar do terceiro. Fotos: Olho de Boto

BPRE alertou para a insistência de pessoas que preferem dispensar a passarela elevada

BPRE alerta para a insistência de pessoas que preferem dispensar a passarela elevada

O impacto frontal foi violento. A dona de casa identificada como Cristina Cavalcante Furtado, de 56 anos, morreu na hora.

“Pelo que passaram pra gente, ela ainda desviou de alguns carros, mas não conseguiu desviar de um. As pessoas têm que se conscientizar que se trata de uma rodovia. Ela poderia ter utilizado a passarela a menos de 50 metros daqui”, comentou o sargento Gaspar, do BPRE.

Com o forte impacto a dona de casa morreu na hora

Com o forte impacto, a dona de casa morreu na hora

O sargento lembrou que muitos preferem arriscar a vida atravessando a rodovia por baixo, mesmo nos horários de maior movimento como a volta para casa.

O motorista envolvido no acidente permaneceu no local. Ele é habilitado e se apresentou no Ciosp do Pacoval.

Compartilhamentos