Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

O Núcleo de Hidrometeorologia e Energia Renovável  (NHMET) do Instituto de Pesquisas Cientificas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa) prevê em 2017 um nível de chuvas maior  para o Amapá do que o de 2016.

A afirmativa toma como base os modelos climatológicos que são estudados pelos profissionais do núcleo. Para eles, o período chuvoso no estado começa no fim de novembro e a maior intensidade de chuvas ocorre no início de dezembro. Eles alertam para as possíveis enchentes.

Iepa está fazendo substituição de estações no interior do estado. Fotos: Iepa

Iepa está fazendo substituição de estações no interior do estado. Fotos: Iepa

Para medir os níveis de água e monitorar a cheia de rios, o NHMET vai substituir duas estações danificadas na região do interior do Amapá, uma para Serra do Navio e outra para Capivara, no município de Porto Grande.

“Com isso, a gente espera avaliar o nível dos rios Araguari e Amapari para fazer o monitoramento e prevenir as enchentes. Os dois lugares são pontos estratégicos por serem próximos a rios e sofrem com problema de alagamentos e precisamos fazer um monitoramento mais efetivo para uma previsão de quanto esses rios podem aguentar”, explicou o meteorologistas Jeferson Vilhena do NHMET.

Quatro novos equipamentos foram adquiridos para o estudos do núcleo

Quatro novos equipamentos foram adquiridos para o estudos do núcleo

O núcleo adquiriu quatro equipamentos semelhantes. A instalação dos outros dois acontecerá em outro momento e em outros  pontos estratégicos.

Compartilhamentos