Compartilhamentos

FERNANDO SANTOS, DE SANTANA

Um adolescente de 17 anos foi morto à facadas na tarde desta sexta-feira, 25, dentro do colégio onde estudava, no Bairro Nova Brasília, município de Santana.

Segundo informações do professor Luíz Nery, diretor da Escola Estadual Francisco Walcy Lobato Lima, o menor Luan Hasley Gomes da Silva, de 17 anos, foi morto com duas facadas, uma no peito e outra no rosto, desferidas por um ex-aluno da escola conhecido como “Matheuszinho”, de 13 anos de idade. O menor está foragido da polícia e está sendo acusado por ato infracional análogo a homicídio.

whatsapp-image-2016-11-25-at-5-28-37-pm

Brigas teriam começado em festa mobilizada em redes sociais. Fotos: Fernando Santos

“Matheuszinho é velho conhecido nosso. Ele já se envolveu em outras ocorrências, inclusive em outro homicídio ocorrido na semana passada, também aqui em Santana”, comentou o sargento Roberto Silva Gomes do 4º Batalhão da Polícia Militar do Amapá, que comanda as diligências.

Alunos da escola afirmaram que os adolescente haviam começado uma rixa durante uma festa denominada “Resenha”, organizada por outros jovens através de redes sociais. Na tarde desta sexta-feira, os dois teriam se encontrado chegando ao homicídio. Na ocasião os dois, segundo relatos, trocaram agressões físicas e verbais.

whatsapp-image-2016-11-25-at-4-08-27-pm

Assassino é conhecido da polícia. Teria participado recentemente de outro homicídio

whatsapp-image-2016-11-25-at-5-28-09-pm

Luíz Nery, diretor da escola: Mesmo não estudando mais, Matheuszinho invade colégio

“Eles brigaram na festa e hoje aconteceu isso”, informou um aluno que preferiu não se identificar.

Ainda de acordo com estudantes, mesmo com a faca, “Matheuszinho” teria entrado pelo portão da frente. A vítima, Luan, era estudante do 1º ano do ensino médio. O acusado era ex-aluno do colégio. Ele abandonou os estudos quando cursava a 5ª série do fundamental. A ficha estudantil dele é carregada de reclamações e envolvimento em confusões na escola.

Escola realizou audiência para debater violência

Violência nas escolas foi debatida recentemente por Câmara de Vereadores

“Ele é um aluno que sempre deu trabalho. Mesmo não sendo mais nosso aluno, vez ou outra ele invade a escola e se mete em confusão”, ressaltou o diretor.

Na semana passada, uma audiência pública para tratar da violência nas escolas foi realizada na Câmara de Vereadores de Santana. Diversos órgãos de segurança participaram além de estudantes e professores. Alguns vereadores se fizeram presentes.

Compartilhamentos