Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um motorista perdeu o controle do carro após se chocar contra outro veículo no Distrito da Fazendinha, em Macapá, na manhã deste domingo, 27. Além de destruir o muro de uma casa, o motorista da picape ainda foi preso com sinais de embriaguez.

O acidente aconteceu por volta das 9h, na Rua Vila Operária, o principal acesso ao balneário de Fazendinha.

“Segundo testemunhas, ele estava na contramão quando atingiu um veículo e posteriormente se chocou contra a residência causando esses danos”, explicou o tenente Rafael Marques, do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar do Amapá (BPTran).

Carro atingiu residência....

Carro atingiu residência….

...destruindo o muro. Fotos: Olho de Boto

…destruindo o muro. Fotos: Olho de Boto

O motorista Fábio de Oliveira Costa, de 32 anos, foi submetido ao teste de alcoolemia. O etilômetro acusou 0,96 mg. Acima de 0,34 mg o Código Brasileiro de Trânsito (CTB) já considera crime que resulta em prisão, apreensão do veículo, retenção da CNH, pagamento de multa e fiança.

“0,96 mg é um número muito alto, bem acima do tolerado. Antes a multa era de R$ 1,9 mil, mas agora passou para R$ 2,9 mil, e mesmo assim, no dia a dia, nós temos comprovado que os condutores continuam digirindo sob efeito de álcool. Agora ele será apresentado no Ciosp do Pacoval ”, acrescentou o tenente.

Carro foi apreendido

Carro sendo guinchado por transportadora

Motorista do Siena escapou por pouco da morte: "foi a mão de Deus"

Motorista do Siena escapou por pouco da morte: “foi a mão de Deus”

Siena atingido

Siena atingido

O motorista do Siena atingido pela picape, Anderson Maria, de 26 anos, ficou ferido, mas sem gravidade. Ele disse que por muito pouco não morreu.

“Eu estava a uns 30 km/h, e acho que ele estava com uns 100 km/h. Ele me tirou da minha mão e jogou para a outra. Eu estava indo para Macapá e ele estava no sentido para a praia da Fazendinha. Acima de tudo foi a mão de Deus que me salvou”, disse o motorista do Siena.

Motorista é conduzido ao Ciosp: teste do etilômetro acusou 0,96 mg. Até 0,34 mg seria infração administrativa

Motorista é conduzido ao Ciosp: teste do etilômetro acusou 0,96 mg. Até 0,34 mg seria infração administrativa

Compartilhamentos