Compartilhamentos

SELES NAFES

Os pais do bebê de apenas 45 dias de nascido que morreu no último fim de semana no Bairro Novo Horizonte, na Zona Norte de Macapá, estão sendo hostilizados por vizinhos e se mudaram provisoriamente da casa onde moravam.  A Polícia Civil, que investiga o caso, descartou maus tratos físicos (agressões), mas o laudo com a causa da morte será divulgado somente em 30 dias pela Polícia Técnica do Amapá (Politec).

“Vou aguardar o resultado da necropsia, mas eu conversei com a legista que informou que o bebê não tinha sinais de maus tratos, como lesões e ferimentos”, revelou a delegada Rosilene Sena, que investiga o caso pela Delegacia Especializada em Repressão a Crimes contra Crianças e Adolescentes (Dercca).

Foto divulgada pelos pai mostra a criança dormindo, aparentemente saudável

Foto repassada pelos pais à polícia mostra a criança dormindo, aparentemente saudável

A criança do sexo masculino morreu no último dia 11, em casa. Uma tia bateu uma foto da criança e procurou a polícia afirmando que a criança teria morrido de fome e sede por negligência dos pais, que negam o fato.

“Eles são muito pobres. Eles afirmam que ela amamentava o bebê, tanto com leite materno quanto Nan (lei especial para recém-nascidos)”, relata a delegada.

Os pais passaram por exames toxicológicos que deram resultado negativo. Ou seja, não são usuários de drogas. Pelo menos por enquanto, eles não estão indiciados.  

Foto do dia 11 mostra a criança morta e aparentando grave desnutrição

Foto do dia 11 mostra a criança morta e aparentando grave desnutrição

A Polícia Civil ainda não descartou a possibilidade de o bebê ter morrido de complicações de saúde congênitas. Resumindo, de causas naturais ou problemas decorrentes do parto.

Enquanto o inquérito não é concluído, os pais vão enfrentando a fúria de vizinhos precipitados que já julgaram e condenaram o casal antes mesmo da Justica.  

“Eles nem voltaram para a casa. Saquearam a casa deles, e onde passam são hostilizados por vizinhos”, conclui Rosilene Sena.   

Compartilhamentos