Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

O homem acusado de estuprar uma idosa de 63 anos e a neta dela, de apenas 8 anos, foi preso no fim da noite deste sábado, 5, por uma equipe do 6º Batalhão da Polícia Militar. Ele estava sendo procurado havia seis meses pelo crime. 

Bruno Pereira de Souza, de 28 anos, e estava com mandado de prisão decretado pela justiça, tentou fugir e ainda reagiu à prisão.

Os policiais estavam em patrulhamento pela Rua Santa Catarina quando avistaram o acusado caminhando. Ele percebeu a aproximação da viatura e ainda tentou fugir, mas acabou sendo alcançado pela equipe.

Bruno Souza passou meses se escondendo entre o Bairro Marabaixo e o município de Porto Grande. Foto: Arquivo policial

Bruno Souza passou meses se escondendo entre o Bairro Marabaixo e o município de Porto Grande. Foto: Arquivo policial

“Na abordagem, ele tentou ludibriar a guarnição dizendo que não devia mais nada para a justiça, e que já havia ido ao fórum resolver sua situação. Uma parente da vítima que apareceu no local o desmentiu. Pesquisamos no sistema e descobrimos que o mandado de prisão ainda constava contra ele”, explicou o sargento de Oliveira, do 6º BPM.

O acusado chegou a reagir com violência à prisão, mas foi imobilizado pelos policiais.

“Não é a primeira vez que ele é preso pela nossa guarnição. É bastante perigoso. Costuma fazer assaltos na região”, disse o sargento.

O acusado tentou enganar os policiais e ainda reagiu com violência à prisão

O acusado tentou enganar os policiais e ainda reagiu com violência à prisão

Na madrugada do dia 30 de abril, segundo as investigações da Polícia Civil, Bruno Souza invadiu a casa das vítimas por volta das 3h30min. Na casa só havia a idosa e a criança. Durante uma hora e meia, ele estuprou repetidas vezes as duas vítimas, e fugiu da casa levando objetos.

Na época do crime, Bruno Souza fugiu do bairro e passou uma temporada morando no Bairro Marabaixo e depois no município de Porto Grande, a 105 quilômetros de Macapá. Recentemente, ele retornou para seu antigo endereço, que fica na esquina da casa das vítimas.

A filha da vítima disse que foi ameaçada por ele no momento da prisão

A filha da vítima disse que foi ameaçada por ele no momento da prisão

“Hoje é o dia mais feliz da minha vida, vendo esse sujeito sendo preso. Para o que ele fez com a minha mãe e a minha sobrinha é pouco o que ele está passando. Não foi do jeito que a gente queria, mas ele foi preso”, comemorou a filha da idosa, em tom de indignação.

“Ele apontou a faca no pescoço da minha sobrinha, e minha mãe não podia fazer nada. Depois do que aconteceu minha mãe vive triste, e sempre dizia: ‘será que a justiça não existe pra mim? Agora, quando a polícia o prendeu, ele ainda me ameaçou. Disse que na próxima vez vai ser eu”, acrescentou.

Bruno Souza foi apresentado na Delegacia de Crimes Contra a Mulher (DECCM), e será transferido para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

Acusado é apresentado na Delegacia de Crimes Contra as Mulheres

Acusado é apresentado na Delegacia de Crimes Contra as Mulheres

Compartilhamentos