Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um jovem de 23 anos foi trucidado a golpes de faca e terçado no início da manhã desta terça-feira, 22, no Bairro Brasil Novo, Zona Norte de Macapá. Ele estaria tentando recuperar objetos furtados de sua residência quando foi assassinado, segundo apurou a Polícia Militar.

O homicídio aconteceu na Rua Pitombeira com a Avenida Seriguela, na parte final do bairro.

“Acordei com muito barulho no portão, e ele (a vítima) gritando, fungando. Quando vi, ele bateu com a cabeça na porta e caiu. Pediu ajuda e comecei a gritar pedindo socorro para o vizinho para que ligasse para a ambulância”, disse a moradora da casa onde a vítima tombou e agonizou até a morte.

Segundo a PM, vítima foi furtada na madrugada anterior. Fotos: Olho de Boto

Segundo a PM, vítima foi furtada na madrugada anterior. Fotos: Olho de Boto

Não era uma residência qualquer. Na verdade, de acordo com a Polícia Militar, Genielson Melo de Lima, de 23 anos, estava no imóvel atrás do acusado de furtar a residência dele, que fica na Avenida das Jabuticadas, perto do local onde morreu.

O furto ocorreu na madrugada da última segunda-feira, 21, e vários eletrodomésticos foram levados.

“A vítima havia sido furtada e uma equipe do nosso batalhão (2º BPM) conseguiu dar apoio e recuperar uma TV dele”, relatou a tenente Homobono.

Barra de ferro e terçado no chão, a poucos metros da residência

Barra de ferro e terçado no chão, a poucos metros da residência

 “Ele foi orientado para chamar a gente caso tivesse novas informações. No entanto, ele ficou sabendo que o filho da dona da casa estaria envolvido no furto e decidiu tomar satisfações sem acionar a polícia”, acrescentou a oficial.

O filho da dona da residência já foi identificado, mas fugiu do local.  A PM acredita que foi ele quem desferiu os golpes na vítima. Um deles, de terçado, quase decapitou Genielson Lima. Ele também estava com uma faca encravada na cabeça.

Crime ocorreu na parte final do bairro

Crime ocorreu na parte final do bairro

“É orientação da polícia que a vítima acione a PM pelo 190 porque esse é um dever nosso, para que as coisas ocorram dentro da legalidade”, alertou a tenente Homobono.

Uma barrada de ferro e o terçado, provavelmente usados no crime, foram encontrados a poucos metros da residência.

Uma equipe da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa (Decipe) esteve no local, e acredita que pelo menos duas pessoas participaram do crime. 

Compartilhamentos