Compartilhamentos

SELES NAFES

Aos 33 anos, o vereador Acácio Favacho (PROS) pode ser o primeiro parlamentar a alcançar três mandatos consecutivos de presidente da Câmara de Vereadores da capital. Favorito na disputa, fontes afirmam que o vereador já possui o apoio de 14 colegas, e a conta pode chegar a 16 no dia da eleição. 

A escolha está marcada para o dia 1º de janeiro, logo após a posse da nova legislatura eleita no dia 2 de outubro.  Dois grupos disputam a mesa diretora: o liderado por Acácio, e outro que tem o apoio do prefeito Clécio Luis (REDE), mas ainda sem um nome principal definido.

O grupo adversário tem nomes de peso, como Gian do Nae (PT do B) e Nelson Souza (REDE), mas ainda não anunciou o candidato à presidência.

Gian do Nae pode ser o candidato adversário

Gian do Nae pode ser o candidato adversário

Acácio em recente encontro no Ijoma. Fotos: Rosivaldo Nascimento

Acácio em recente encontro no Ijoma. Fotos: Rosivaldo Nascimento

Por outro lado, a candidatura de Acácio ganhou mais peso com a entrada do governador Waldez Góes (PDT) e a volta do vereador Diego Duarte (PTN), atual vice-presidente que estava disperso do grupo. Ele foi confirmado na chapa para continuar como vice-presidente.

Acácio tem feito uma campanha baseada na prestação de contas e em avanços, especialmente na infraestrutura e metodologia das sessões que passaram a ser transmitidas ao vivo por rádio e televisão. O prédio, que era do governo do Estado, foi repassado em definitivo para a Câmara, e passou por reformas, ampliações e adaptações. 

O portal não conseguiu contato com o vereador Gian do Nae.

Procurado pelo portal SELESNAFES.COM, o atual presidente disse que quer continuar com o trabalho que leva as sessões para a zona rural de Macapá, e que, apesar da disputa pela mesa diretora e de ter apoiado Gilvam Borges (PMDB) na eleição municipal, ainda mantém uma boa relação com o prefeito Clécio Luis.

Sede definitiva: repasse do prédio e reformas

Sede definitiva: repasse do prédio e reformas

“A prova disso é que conseguimos aprovar todos os projetos relevantes que ele tem enviado para a Câmara. Tudo que nós entendemos que era essencial para o município nós aprovamos”, observou. 

Compartilhamentos