Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

No dia 11 de dezembro acontece a sexta edição da Corrida na Selva. A prova reunirá mais de quatrocentos competidores. Desta vez, os atletas vão percorrer seis quilômetros em uma fazenda dentro da Macapá.

corrida-na-selva-6

Dificuldade da prova está na combinação de preparo físico e habilidade para superar obstáculos. Fotos: divulgação

Segundo o organizador da corrida, Jeferson Sousa, esse tipo de evento gera uma  impacto na cadeia social e econômica do estado bastante expressiva.

Ele leva em consideração que cada pessoa que pratique a modalidade esportiva tenha um gasto que vai desde a compra dos equipamentos até o valor da inscrição.

“Nós temos uma média de 50 clubes, assessorias esportivas e grupos de corrida no Amapá. A quantidade de alunos por grupo pode variar de 30 a 50 pessoas, com grupos que podem chegar a 300 alunos. Chegamos a conclusão que existem mais de 3 mil pessoas fazendo treinamento funcional e prática de corrida ou caminhada no estado. Cada pessoa compra um tênis no valor de R$ 300 reais na média; teremos R$ 900 mil só em tênis”, explicou Souza.

corrida-na-selva-3

Atividade esportiva está em alta

Até 2014, foram realizadas no estado apenas 4 corridas. Já em 2015, esse número deu um salto para 20 competições.

Corrida de Aventura

A corrida de aventura já existe no Brasil há vinte anos. A modalidade é denominada de trail running (corridas diferenciadas ou de aventura), que envolvem canoagem, práticas verticais, corrida tracking e moutain bike. Da corrida de aventura saíram as ultra maratonas.  

Travessia de barco para chegar ao local da prova

Travessia de barco para chegar ao local da prova

O objetivo do evento é promover o turismo no estado. As últimas edições foram realizadas em áreas de proteção ambiental dentro de Macapá e Santana.

A ideia é fazer as corridas em áreas protegidas e particulares, como a que será realizada na Fazenda Berro, que tem um acesso pela Rodovia Duca Serra ao lado do Loteamento Jardim América. Essa será a última etapa do circuito esse ano.

“Os participantes vão encontrar obstáculos próprios desse tipo de eventos e que são criados pela própria natureza como troncos, raízes, espinhos, ramais, riachos e terra batida. Qualquer pessoa pode participar.

Todos os corredores recebem medalha de participação. Os cinco primeiros colocados vão receber troféu e premiação em dinheiro que varia de R$ 75 a R$ 300. As inscrições podem ser feitas pelo telefone 99162-4707.

Compartilhamentos