Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Seis turmas do terceiro ano da Escola Estadual Tiradentes, no Centro de Macapá, estão confeccionando e vendendo enfeites natalinos para arrecadar dinheiro para Organizações Não Governamentais (ONGs) do estado. A proposta é sensibilizar os alunos para as necessidades do próximo.

A atividade faz parte do projeto Natal Solidário. A princípio, 6 turmas foram escolhidas para conhecer a realidade de 6 ONGs: Apae, Anjos Protetores, Carlos Daniel, Academia Bruno Igreja, Academia Nelson dos Anjos e Abrigo São José.
Estudantes realizam visita no Abrigo São José. Fotos: Cássia Lima

Estudantes realizam visita no Abrigo São José. Fotos: Cássia Lima

campanha-de-doacoes-para-entidades-filantropicas-4

Enfeites natalinos e espaço para doações dentro da escola

O primeiro passo dos alunos foi reciclar e reaproveitar materiais para confecção de enfeites natalinos, depois conhecer a realidade de cada entidade.
“Nosso objeto é trabalhar a caridade com os alunos e sensibilizar pra essa realidade do próximo. Nós surpreendemos com alunos que eram “fechados” e se solidarizaram para ajudar. Está sendo uma experiência que queremos levar para os próximos anos”, explicou a coordenadora do projeto, a professora Solange Abreu.
Coordenadora do projeto, a professora Solange Abreu: objetivo é trabalhar a caridade

Coordenadora do projeto, a professora Solange Abreu: objetivo é trabalhar a caridade

Materiais reciclados serão comercializados para arrecadar fundos

Materiais reciclados serão comercializados para arrecadar fundos

campanha-de-doacoes-para-entidades-filantropicas-9

Seis turmas trabalham na confecção de enfeites a partir de material reciclado

Os alunos fizeram guirlandas, sinos e outros enfeites natalinos com material reciclado que serão comercializados ao preço de R$2 a R$10 num bazar que ocorre dia 22 na escola. Todo o dinheiro arrecadado será doado para as instituições.

Além disso nos corredores da escola há caixas, cada uma de uma ONG. Nelas estão sendo depositados doações de roupas, brinquedos e alimentos para as organizações.
“No dia que os alunos foram no abrigo e visitaram os 57 idosos, nós vimos a alegria dos idosos e a sensibilidade dos alunos em conhecer esse mundo da terceira idade. Os adolescentes se emocionaram com a alegria dos idosos e nós só temos o que agradecer”, frisou a diretora do Abrigo, Marlete Ferreira Góes.
Diretora do Abrigo, Marlete Ferreira Góes (direita): dia da visita dos estudantes foi momento de emoção e alegria

Diretora do Abrigo, Marlete Ferreira Góes (direita): dia da visita dos estudantes foi momento de emoção e alegria

O dinheiro e doações dos alunos serão entregues após o bazar. Todos podem participar comprando os produtos na escola durante todo o dia.
Compartilhamentos