Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O corpo de um garoto foi encontrado, sendo levado pelo  Rio Amazonas, nas proximidades do Parque do Fortaleza de São José, no fim da tarde da quarta-feira, 7.

Cristiano Ronaldo, de 9 anos, estava desaparecido desde o fim de manhã, quando saiu da casa onde morava com a família, no Bairro Renascer, Zona Norte de Macapá. Ele havia pedido dinheiro para o pai, Francisco Dirceu Barros da Silva Junior, de 27 anos, para jogar vídeo game, próximo de casa.

“Ele disse que jogaria apenas uma hora e meia e depois voltaria para ver o jogo do time que ele torce, o Real Madrid. Passou o horário e ele não retornou, então fui no vídeo game e o proprietário disse que ele não tinha aparecido por lá”, contou o pai de Cristiano.

 A família passou a madrugada atrás do garoto, sem saber de seu paradeiro. Francisco só foi até a Polícia Técnica durante a manhã, onde fez o reconhecimento do corpo do filho.

Quando o corpo foi removido da água pela Politec, o garoto usava apenas um short amarelo.

A perícia informou que a causa da morte de Cristiano Ronaldo foi afogamento. Ainda não se sabe dizer em que circunstâncias ele faleceu.

Compartilhamentos