Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Amigos lamentaram, e moradores do Bairro Marabaixo IV, na Zona Oeste de Macapá, comemoraram a morte de uma dupla de assaltantes no fim da tarde desta segunda-feira, 5. Os dois eram apontados como autores de assaltos violentos, especialmente em residências da região.

A intervenção policial que terminou com a morte dos dois bandidos começou com mais uma Operação Saturação, desta vez no Marabaixo IV.

Em primeiro plano "Lonzinho" e "Degolado": amigos que sempre estavam juntos

Em primeiro plano “Lonzinho” e “Degolado”: amigos que sempre estavam juntos. Foto: Reprodução/Facebook

Degolado tinha extensa ficha policial. Fotos: Arquivo policial e Olho de Boto

Degolado tinha extensa ficha policial

“Estamos com uma atenção muito forte no Marabaixo IV, principalmente por causa dos crimes de roubos e tráfico de drogas”, justificou o major André Luiz, do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado da PM do Amapá (BRPM).

Policiais estavam abordando suspeitos, conversando com moradores, e receberam a informação de que numa determinada residência havia dois assaltantes que estavam aterrorizando o bairro com roubos em residências.

A residência indicada fica na Rua Fran Júnior. Os policiais cercaram o imóvel e exigiram a rendição, mas os bandidos fugiram pela porta dos fundos até outra casa nos fundos do terreno, onde ocorreu a troca de tiros.

Armas e drogas apreendidas na casa onde a dupla estava

Armas e drogas apreendidas na casa onde a dupla estava. Foto: Olho de Boto

Os bandidos efetuaram dois disparos na direção dos policiais que revidaram e atingiram a dupla. Eles ainda foram levados para o Hospital de Emergência de Macapá (HE), mas já chegaram mortos.

“Aqui no Amapá já se tornou comum os criminosos enfrentarem a polícia, mas graças a Deus, e ao nosso treinamento, estamos conseguindo confrontar esses bandidos sem nenhuma lesão”, comemora o major do BRPM.

Os dois mortos foram identificados como, Félix Coelho Viana, de 21 anos, o “Degolado”, e Raylan Aragão Miranda Coutinho, de 17 anos, o “Lonzinho”.

policia-mara-7

policia-mara-8

 

Degolado colecionava uma extensa ficha policial que incluía, assaltos, tráfico, invasão de domicílio, porte ilegal de arma de fogo e ainda cobrava pedágio na rua onde morava.

“Lonzinho ainda não tinha passagem pela polícia, mas estava participando dos crimes junto com ele”, finalizou o major André Luiz.

Na casa onde a dupla estava escondida foram apreendidas três armas de fogo, munições de vários calibres e 36 porções de crack.

policia-mara-9

Ao contrário da maioria dos criminosos, que costuma ter momentos de lazer às escondidas, a dupla tinha vida social e costumava postar fotos de momentos com os amigos.

No Facebook, eles lamentaram a morte dos dois e condenaram a ação da polícia. Uma amiga chegou a chamar para os policiais de “covardes, a cada dia tirando a vida dos irmãos dessa forma fulera”. 

Reação muito diferente de moradores do Marabaixo, que festejaram as mortes em grupos de Whatsaap.  

Compartilhamentos