Compartilhamentos

SELES NAFES

Uma policial civil lotada em Macapá foi presa no início da manhã desta quarta-feira, 28, durante o cumprimento de mandados de prisão na operação que investiga o assalto a 10ª DP do Distrito de Fazendinha, ocorrido no começo da madrugada do último dia 24.   

A agente Iguaciara Moraes de Castro foi citada em vários depoimentos de suspeitos durante as investigações como a pessoa que teria arquitetado o roubo à delegacia. Baseados também em outros indícios, investigadores solicitaram a prisão preventiva dela. 

Por enquanto, não há declarações oficiais da polícia a respeito do assunto, assim como detalhes sobre a investigação. A prisão dela, no entanto, foi confirmada por policiais, que até às 8h40min ainda cumpriam mandados de prisão.

Um deles estava sendo cumprido numa residência em área de pontes da comunidade do Cuba de Asfalto, no Bairro Novo Buritizal, zona sul de Macapá.

Equipes de várias delegacias estão cumprindo mandados em Macapá. Foto: Olho de Boto

Equipes de várias delegacias estão cumprindo mandados em Macapá. Foto: Olho de Boto

No total, a Justiça expediu seis mandados, sendo um deles contra um menor de idade. A policial foi presa em casa.

O secretário de Justiça e Segurança Pública do Amapá Ericláudio Alencar, ficou se conceder uma entrevista coletiva ainda na manhã desta quarta-feira.

Uma das armas foi localizada no início da semana

Uma das armas foi localizada no início da semana

O assalto ocorreu quando uma agente ficou sozinha de plantão DP enquanto o colega havia saído para o jantar. Ela foi rendida por dois assaltantes e algemada, enquanto duas armas da delegacia eram levadas. A agente rendida não é a mesma presa na operação desta quarta.

Uma das armas foi localizada no início da semana, mas o segundo revólver ainda não foi encontrado. 

Compartilhamentos