Compartilhamentos

LEONARDO MELO

Dois bandidos foram flagrados por moradores quando tentavam furtar uma motocicleta no Bairro do Muca, Zona Sul de Macapá, na noite desta terça-feira, 27. Um dos criminosos foi espancado pela população. O comparsa ainda tentou protegê-lo, mas acabou fugindo do local.

O crime ocorreu por volta das 20h30min na Avenida Tamoios. Moradores perceberam quando dois homens forçavam a partida em uma moto que estava estacionada, e quando um deles tentou dar partida e a motocicleta estancou, os populares viram que se tratava de um furto e resolveram cercar a dupla. Começava uma sessão de pancadaria.

Acusado chegou a defecar durante o linchamento. Fotos: Leonardo Melo

Acusado chegou a defecar durante o linchamento. Fotos: Leonardo Melo

Os dois suspeitos haviam chegado em outra moto. O comparsa ainda tentou salvar o colega do linchamento jogando a motocicleta em que estava para cima da população. Contudo, ele foi derrubado e teve que fugir correndo.  

“Aparentemente não estavam armados. Se estivessem teriam usado. Eles conseguiram ligar a moto, mas, quando ela estancou, o colega veio atrás para empurrar e conseguimos abordar. Um fugiu, pelo menos um foi preso e conseguimos impedir que a moto fosse levada”, comemorou um morador. “Foi na cara de pau, tinha muita gente aqui na frente do prédio onde o rapaz (dono da moto) mora”, concluiu. 

Quando os policiais militares chegaram ao local, o espancamento já havia terminado.

“Ele está com ferimentos por todo o corpo e com lesões no rosto. Foi tanto espancamento que ele chegou a defecar. Quando chegamos ele estava semidespido e amarrado”, comentou o sargento R. Santos, do 1º Batalhão da Polícia Militar.

O criminoso foi identificado como Juscelino Liberato de Oliveira, de 36 anos, com passagens por furto e roubo. Ele chegou a cumprir pena no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) de onde saiu em 2010.

Moto em que a dupla chegou é suspeita de furto. A ignição havia sido arrombada

Moto em que a dupla chegou é suspeita de furto. A ignição havia sido arrombada

“Inclusive essa moto em que eles vieram para fazer o furto está com o contato (ignição) estourado. Cabe qualquer chave nele. Como ainda não existe registro de roubo dessa moto acreditamos que ela tenha acabado de ser roubada”, acrescentou o sargento. A motocicleta usada pelos criminosos é nova, modelo 2016.

Juscelino Oliveira foi preso e levado para o Hospital de Emergência de Macapá, e depois do atendimento foi liberado para ser apresentado no Ciosp do Pacoval.

Compartilhamentos