Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Para matar a saudade de amigos e relembrar velhos tempos da faculdade, a primeira turma de Enfermagem da Universidade Federal do Amapá (Unifap) decidiu organizar um reencontro 21 anos depois para registrar a mesma foto da formatura. O momento foi marcado por muitos sorrisos e nostalgia.

Passado e presente se se encontram no mesmo lugar em duas fotografias. Fotos: arquivo da turma

Passado e presente se se encontram no mesmo lugar em duas fotografias. Fotos: arquivo da turma

O reencontro ocorreu na tarde do último sábado, 3, na escadaria do Teatro das Bacabeiras, no Centro de Macapá, onde a primeira turma de enfermagem de 1991 tirou a foto dos 28 alunos formandos no dia 28 de dezembro de 1995.                       

Mas, desta vez, 21 anos depois, apenas 24 enfermeiros estavam presentes, os outros estão trabalhando fora do estado e do Brasil, e não puderam comparecer. A ideia surgiu de alguns ex-alunos que queriam reencontrar os amigos da faculdade.  

“Eu tava olhando umas fotos da faculdade e bateu uma saudade porque quase nunca conseguimos reunir todos. Mas conseguimos e foi um momento muito especial porque será a mesma foto 21 anos depois, voltamos a resgatar a amizade e matar a saudade”, disse a enfermeira Rivanete Mendonça, de 49 anos.

enfermeira-rivanete

Rivanete Mendonça: resgate da amizade

Foi a enfermeira que ajudou na organização da festa de formatura há 21 anos. Ela lembra das dificuldades. A primeira era porque, naquela época, não havia empresa de eventos no estado, e tudo foi contratado em Belém, o que encareceu a festa.

“Havia poucos cursos e fizemos um pacote para uma empresa de Belém realizar nossa festa. Eu lembro que já existia foto colorida, mas a da nossa formatura saiu preto e branco porque ficava mais barato o pacote”, contou sorrindo a enfermeira.

Em sala de aula. Reencontro trouxe boas lembranças da vida acadêmica

Em sala de aula. Reencontro trouxe boas lembranças da vida acadêmica

Ela e os ex-colegas de turma conversaram muito antes da foto. Eles relembraram que na época o terreno da Unifap era um “matagal” e que chegaram a fazer educação física na piçarra para cumprir disciplinas obrigatórias.

“Não tinha essa estrutura que tem hoje. Tinha todo esse terreno, mas só tinha um prédio que é onde hoje está o bloco de Medicina. Lembro que íamos andando de chinelo da entrada (hoje portão principal) até chegar ao bloco de Enfermagem, lá tinha uma torneirinha, lavávamos os pés, calçávamos os sapatos e assistíamos aula”, contou a enfermeira Kelly Souza.

Aulas práticas

Aulas práticas em laboratório do então Núcleo da UFPA

1-turma-de-enfermagem-da-unifap-2

Registro de encontro da turma nos anos 1990

Na época, a estrutura da universidade era do antigo núcleo da Universidade Federal do Pará (UFPA), que havia se tornado a Unifap, localizada bem aos fundos do terreno com os cursos de História, Matemática, Pedagogia, Direito e Enfermagem.

“Quando chovia, meu Deus. Era um lamaçal só. Não enfrentamos greve, mas desbravamos a Unifap. Naquele tempo, nossa aula de anatomia era ministrada por médicos porque não tinham enfermeiros com especialidades no Amapá e chegamos até a ir ao necrotério atrás de uma maior realidade”, disse a enfermeira Rivanete.

Turma se reencontra duas décadas depois

Turma se reencontra duas décadas depois

Os ex-colegas de classe, agora colegas de trabalho, fizeram a foto da mesma forma que 21 anos atrás, todos vestidos de branco, mas, desta vez, pagaram um fotógrafo do Amapá e o registro foi colorido para ser guardado com muito carinho para posteridade. 

Compartilhamentos