Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

O corpo do motociclista Marcos Pantoja Juarez, de 31 anos, está sendo velado na casa de familiares no Bairro Cidade Nova, zona leste de Macapá. Ele faleceu no último domingo após perder o controle de uma moto esportiva quando dirigia na Rodovia AP-70.

Marcos Juarez era gerente de loja e o sétimo filho de nove irmãos do advogado e jornalista Rodolfo Juarez. Era conhecido, segundo amigos, por ser cheio de alegria, espírito aventureiro e homem de planos.

Marcos Juarez e sua paixão: a motocicleta. Fotos: arquivo familiar

Marcos Juarez e sua paixão: a motocicleta. Fotos: arquivo familiar

Apaixonado por esportes e da boa forma, tinha como paixão dirigir sua motocicleta, da qual cuidava com carinho. De acordo com os amigos, ele estava empolgado com novos planos para 2017.

“Sexta-feira conversamos e ele estava super empolgado, cheio de planos e compartilhou essa alegria comigo. Ele era a pura alegria e ainda não conseguimos aceitar que ele partiu”, disse um amigo emocionado.

Muitos amigos e familiares estavam no velório nesta manhã. A família pediu para o momento não ser fotografado. O sepultamento do gerente está marcado para às 16h no cemitério São José, na zona sul de Macapá.

Acidente

O acidente ocorreu por volta das 9h do domingo, 15. Marcos Juarez estava na companhia de amigos em outras motos esportivas. Eles estavam a caminho de um café da manhã, no Distrito de Abacate da Pedreira.

Marcos Juarez

Alegre, espírito aventureiro e cheio de planos. Assim, descrevem os amigos como era Marcos

Segundo testemunhas do acidente, o gerente perdeu o controle da moto bem na curva e foi arremessado metros à frente.

A vítima morreu logo após o acidente em função de um grave corte no pescoço ao colidir contra uma cerca de arame farpado, num trecho da Rodovia conhecido como “curva da morte”.

A polícia ainda vai investigar se a alta velocidade foi a causa do acidente ou se a moto teve falhas mecânicas.

Compartilhamentos