Compartilhamentos

SELES NAFES

No domingo, 15, o prefeito de Macapá, Clécio Luiz (REDE), reuniu gestores de pastas relacionadas a serviços de rua, colocou todos dentro de um micro-ônibus e rodou por boa parte da capital. A atividade, que já virou rotina pelo menos uma vez por mês, ganhou até um apelido: “ralhotur”.

O objetivo é passar pela maior quantidade possível de bairros numa manhã de domingo, aonde o prefeito vai mostrando problemas e cobrando dos secretários as soluções de imediato.  

“Tem muitos problemas que a população vê, como buraco, semáforo que não funciona, praça com brinquedo quebrado. Não podemos só inaugurar e abandonar. A manutenção é um dever da prefeitura. Nós que temos o poder de resolver esses problemas também temos que nos indignar com eles”, resumiu um assessor.

Prefeito acompanhado dos secretários: cobrança diante do problema. Foto: Divulgação

Prefeito acompanhado dos secretários: cobrança diante do problema. Foto: Divulgação

A comitiva passou pelo Centro Comercial e encontrou muitos ambulantes parados como se tivessem permissão para trabalhar em pontos fixos. Também havia problemas com limpeza, estacionamento, sinalização e desrespeito a horário de carga e descarga de mercadorias. O novo presidente da CTMac, André Lima, estava no ônibus e ouviu cobranças. 

Depois da orla o prefeito e os secretários foram para a zona norte, onde havia ruas asfaltadas recentemente, mas ainda sem sinalização. Em seguida, o grupo foi para o Distrito de Fazendinha e depois para o Igarapé da Fortaleza.

O próximo ralhotur será nas zonas sul e oeste da capital.

Prefeito no Perpétuo Socorro cobra dos secretários

Prefeito no Perpétuo Socorro cobra dos secretários

Compartilhamentos