Compartilhe

ANDRÉ SILVA

Ao que tudo indica, pelo segundo ano consecutivo o Amapá não terá desfile de escolas de samba. Cinco delas já decidiram não vão desfilar em fevereiro nem em setembro, como queria a Liga das Escolas de Samba (Liesap).

Mas as agremiações também confirmaram um grande evento no mês do carnaval e garantiram que a data não vai passar em branco.

A proposta da Liesap foi rejeitada por cinco das seis escolas de samba que compõem o grupo especial de Macapá. A liga havia proposto que os desfiles fossem transferidos para o segundo semestre do ano devido a forte crise que o Estado atravessa. A notícia caiu como um bomba para as agremiações filiadas e foram muitas as queixas.

Escolas farão ensaio técnico no dia 3 de fevereiro. Foto: arquivo/SELESNAFES

Escolas farão ensaio técnico no dia 3 de fevereiro. Foto: arquivo/SELESNAFES

No início desta semana, o portal SELESNAFES.COM entrou em contato com o presidente da Liesap, Vicente Cruz, que disse que já havia conversado com cinco escolas, mas não revelou quais eram. Adiantou somente que elas haviam aceitado a proposta, e que faltavam apenas duas confirmarem em definitivo na quinta-feira, 12.

Escolas de Samba

O presidente da Piratas da Batucada, Marcelo Zona Sul, disse que o projeto de captação de recursos foi apresentado pela Liesap, mas não foi executado em tempo hábil. O que impediu de dar início aos preparativos, como compra de materiais e fabricação de carros e alegorias.

“A Piratas da Batucada não desfila esse ano e já fechamos um grande ensaio com cinco escolas no sambódromo”, adiantou.

Marcelo Zona Sul, da Piratas da Batucada:

Marcelo Zona Sul, da Piratas da Batucada: projeto de captação de recursos não foi apresentado em tempo

Paulo Flexa, presidente da Maracatu da Favela, disse que a liga nem chegou a procurar a instituição, e que ele só ouve as notícias de uma possível transferência da festa na imprensa local.

“Oficialmente, a Maracatu não foi procurada para falar sobre o carnaval. O que iremos fazer é um baile gay no dia 10 fevereiro na quadra da escola”, informou.

presidente maracatu

Presidente da Maracatu, Paulo Flexa: escola não foi procurada

Os dois presidentes garantiram que o carnaval não vai passar em branco, porque a Piratas da Batucada, Maracatu da Favela, Piratas Estilizados, Unidos do Buritizal e Cidade de Macapá vão realizar um grande ensaio técnico no dia 3 de fevereiro, no Sambódromo.

Compartilhe