Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um catador de lixo que trabalhava no aterro controlado da BR-210 foi morto com uma facada na noite deste domingo, 15, no Bairro Brasil Novo, zona norte de Macapá.

O homicídio ocorreu na Rua Goiabeira por volta das 21h. Josimar da Silva Figueiredo, de 30 anos, já havia cumprido pena no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) por assalto, e atualmente trabalhava como “carapirá”.

Neste domingo, ele estava bebendo com outras pessoas quando saiu para ir a um mercantil comprar mais bebida. No trajeto, ele foi interceptado pelo assassino. A vítima foi morta com uma facada no pescoço.

Josimar Figueiredo morava com a mãe, e não tinha esposa. Foto: Arquivo policial

Josimar Figueiredo morava com a mãe, e não tinha esposa. Foto: Arquivo policial

Populares ainda tentaram salvá-lo, mas ele acabou morrendo no local.                           

“Acho que foi alguém para roubar a bicicleta zerada dele, era nova”, especulou a mãe.

Uma equipe do 2º Batalhão da Polícia Militar esteve no local junto com policiais da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa (Decipe). Eles conversaram com vários moradores.

Por enquanto, não se sabe quantas pessoas participaram do crime e nem a motivação. Moradores disseram não ter visto o que houve, mas a polícia acredita que estejam com medo.  

“Disseram que não tinha rixa com ninguém, e que possivelmente queriam roubar a bicicleta. Mas é estranha essa situação. Ninguém quis falar nada, dizem que não viram nada, só viram ele no chão com a facada no pescoço”, informou um agente de polícia.

O Josimar Figueiredo era natural de Macapá, não tinha esposa e nem filhos. 

Compartilhamentos