Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

A Defesa Civil de Macapá ainda não tem um diagnóstico dos estragos provocados pelas chuvas que derrubaram 15 casas na última quinta-feira, 5, na Vila Macedônia, no Arquipélago Bailique, a 180 quilômetros de Macapá. A previsão é que até o fim de semana, o Governo do Estado do Amapá e da Prefeitura Municipal de Macapá já tenham um levantamento completo de tudo que será necessário para enviar uma equipe até o local.

Na quinta-feira, um morador da localidade procurou o comando da Defesa Civil do Município para pedir socorro. Disse que residências haviam caído na localidade que fica às margens do rio. Ele apresentou vídeos e fotos para confirmar o ocorrido.

O fato já aconteceu há quase uma semana, enquanto isso, a população atingida aguarda as providências a serem tomadas pelo poder público no local.

O comandante geral da Guarda Civil Metropolitana de Macapá (GCMM), que também é responsável pelo centro de comando da DC,  disse que a equipe da prefeitura está coletando os dados para saber a quantidade de pessoas e de material que será enviada.

A previsão do tempo do Núcleo de Hidrometerologia do IEPA, de chuva nas regiões litorâneas do estado, podem variar entre fraco e moderado. O acumulo de água pode atingir os 60 mm até quarta-feira, segundo o Núcleo.

Compartilhamentos