Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um homem morreu durante o capotamento do carro que dirigia na Rodovia AP-70, na tarde desta segunda-feira, 30. É o mesmo local onde um motociclista morreu há duas semanas, próximo da comunidade de Casa Grande. Peritos da Politec estimaram a velocidade do veículo em 150 quilômetros por hora.

O acidente ocorreu por volta das 16h. A Montana trafegava no sentido para a capital quando capotou na chamada “curva da morte”. O motorista foi lançado para fora do veículo e teve morte instantânea. 

Um menino de 12 anos sobreviveu com poucos ferimentos. Ele foi resgatado pelo helicóptero do GTA e levado para o Hospital de Emergência de Macapá.

Equipe da Politec remove corpo da vítima, que tinha apenas 20 anos. Fotos: Olho de Boto

Equipe da Politec remove corpo da vítima, que tinha apenas 20 anos. Fotos: Olho de Boto

Cruz no local homenageia motociclista morto há duas semanas

Cruz no local homenageia motociclista morto há duas semanas

Outras cruzes estão no local

Outras cruzes estão no local

O lugar é a mesma curva onde o gerente de loja Marcos Pantoja Juarez, de 31 anos, morreu no último dia 15. Ele conduzia uma motocicleta esportiva durante um passeio com amigos para a região da Pedreira.

“Mais um que morreu nessa curva. Já são cinco, e a população ainda não toma o exemplo. Essa rodovia é muito sinuosa, com muitas curvas perigosas, mas as pessoas abusam”, comentou o sargento Belém, do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE).

BPRE alerta para as curvas perigosas da AP-70

BPRE alerta para as curvas perigosas da AP-70

Os peritos estiveram no local e analisaram a dinâmica do acidente desta tarde.

“Onde ocorreu o primeiro capotamento tem uma distância de 64 metros. O veículo capotou três vezes e estava a pelo menos 150 quilômetros por hora”, informou o perito José Nonato, da Politec.

Ouça o que diz o perito

Uma testemunha que estava em outro carro confirmou que a Montana que estaria em altíssima velocidade.  

“Eu ia pro meu terreno em Santo Antônio, quando ele passou com muita velocidade. Eu estava com uns 120 km. Passou com 140 ou 150 km quando eu cruzei por ele”, relatou o motorista, um agricultor.

O BPRE identificou o motorista morto como Mauro Sérgio Trindade de Melo Júnior, de 20 anos. O menino de 12 anos seria enteado dele, e já foi liberado do HE.

Compartilhamentos