Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um lavador de carros foi executado a tiros no Canal do Beirol, na zona sul de Macapá, na madrugada desta terça-feira, 10. Para salvar a vida, um amigo da vítima que estava com ele, se jogou dentro do canal, mas ainda foi atingido por dois disparos.

O homicídio ocorreu por volta das 00h20min. A vítima e o colega estavam trafegando de bicicleta pela Rua Hamilton Silva, entre as avenidas Timbiras e Tamoios, quando um carro passou e disparos foram feitos contra os dois.

Uma das vítimas morreu no local com vários tiros. O colega se jogou no canal e conseguiu se esconder até que o carro fosse embora. Quando a Polícia Militar chegou ao local, ele saiu do canal e se apresentou à equipe bastante ferido.  

Imar Primavera conseguiu se salvar pulando no canal. Fotos: Olho de Boto

Imar Primavera conseguiu se salvar pulando no canal. Fotos: Olho de Boto

“O sobrevivente disse que não conseguiu visualizar a placa e nem o modelo. Disse apenas que era um carro prateado”, relatou o aspirante Isackson, do 1º Batalhão da Polícia Militar.

A PM acredita em acerto de contas, e que o sobrevivente sabe quem fez os disparos, porém, preferiu ficar em silêncio. Imar Pinho Primavera, de 32 anos, foi socorrido e levado para o Hospital de Emergência de Macapá. Ele levou um tiro no braço direito e outro no abdômen, passou por cirurgia e não corre risco de morte.  

A vítima morta foi identificada como Leomar Batista da Costa, de 29 anos, o “Pingo”, com passagens pelo Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) por furto e assalto. O colega Imar Pinhero também tem passagem por furto.

Os dois têm passagens pelo Iapen e trabalhavam numa lavagem de carros

Os dois têm passagens pelo Iapen e trabalhavam numa lavagem de carros

A Polícia Militar acredita em acerto de contas

A Polícia Militar acredita em acerto de contas

Pingo estava trabalhando atualmente em uma lavagem de carros na Avenida 13 de Setembro, junto com o colega alvejado.

A PM avalia que a arma usada no crime foi um revólver calibre 38. O atirador ainda não foi identificado.

Compartilhamentos