Compartilhamentos

GRAZIELA MIRANDA

A reservação de água da Estação Central de Tratamento da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), localizada no Bairro do Trem, será quadruplicada. A obra de ampliação foi retomada em dezembro de 2016 e objetiva abastecer 100% de maneira universal 26 bairros da Zona Norte, Sul e centro da cidade de Macapá, além de melhorar a vazão da água distribuída.  O anúncio oficial da obra foi feito pelo governador do Amapá, Waldez Góes, nesta quarta-feira, 4, durante uma visita técnica no local.

Segundo o governador, a atual capacidade de reservação é de 6 milhões de m3 de água e, com a obra, ela poderá passar para 26 milhões de m3.

“Dessa forma, quase toda cidade de Macapá será beneficiada diretamente por esta obra. Não adianta entrarmos num bairro e enchê-lo de canos de água para fazer a distribuição se não aumentarmos primeiramente a capacidade de reservação desta água e tratá-la para distribuir”, afirmou o governador.

Operário trabalho no canteiro da central. Foto: Secom

Operário trabalha no canteiro da central. Foto: Secom

Governador Waldez Góes:

Governador Waldez Góes: toda capital será beneficiada. Fotos: Graziela Miranda

A obra contempla também a ampliação do Reservatório Felicidade, localizado no Bairro Infraero I. No local, será construído um reservatório de 10 mil m3de água. Segundo o diretor presidente da Caesa, Valdinei Amanajás, o Reservatório Felicidade é responsável por receber a água que sai da Estação do Trem e distribuir para a Zona Norte.

“Com a ampliação do Reservatório Felicidade, vai melhorar significativamente a região que sofre com a baixa pressão da água, como os bairros Renascer e Pantanal, que já possuem rede de água. Infelizmente essa água não chega lá por não ter pressão suficiente”, anunciou Amanajás.

????????????????????????????????????

Valdinei Amanajás, diretor presidente da Caesa: regiões de baixa pressão de água terão melhora no serviço de distribuição

O governador Waldez Góes destaca que esta é a principal obra para a toda a estratégia de cobertura universal da água tratada na cidade de Macapá, que faz parte da política de abastecimento do estado. A previsão é que ela seja concluída em dezembro de 2017.

De acordo com o diretor presidente da Caesa, a obra está orçada em R$ 19 milhões e o recurso já está alocado na Caixa Econômica Federal. Segundo ele, para a retomada da obra, que estava parada desde 2014, o Governo do Estado do Amapá (GEA) está há mais de um ano fazendo tratativas e reuniões junto a Caixa Econômica Federal.

????????????????????????????????????

Previsão de conclusão da obra é até dezembro deste ano

“Conseguimos recuperar um convênio através do governador do Estado e refizemos projetos e lançamos processo licitatório, tudo isso para retomar a obra”, explicou.

A Estação Central de Tratamento do Bairro do Trem é responsável por tratar toda água que abastece Macapá, exceto o Macapaba e Cabralzinho, que possuem sistema próprio.

Compartilhamentos