Compartilhamentos

GRAZIELA MIRANDA

O vereador Victor Hugo (PV), empossado neste domingo (1º) na Câmara Municipal de Macapá (CMM), disse que pretende doar durante todo o mandato 50% do salário para causas sociais que envolvam a proteção de animais, crianças e idosos. Segundo ele, a iniciativa visa fortalecer o objetivo do mandato, que está pautado nas ações sociais.

“Nós estamos sempre ativos nessa causa. Agora temos este mandato pra trabalhar em prol não só dos animais como também da população. Por ver que a causa dos animais é esquecida, nós vamos nos movimentar o máximo para conseguirmos fazer um excelente trabalho”, declarou o atual vereador mais jovem da CMM, de 24 anos.

De acordo com Victor Hugo, atualmente o salário líquido dos vereadores de Macapá é de R$ 9,6 mil. Ele garante que vai doar a metade deste valor, o que totaliza em R$ 4,8 mil.

“Temos por objetivo mostrar que, quando a gente se movimenta de fato, as ações sociais ganham um poder mais efetivo do que até mesmo as organizações públicas”, destacou o novo vereador.

Victor Hugo ficou conhecido na web, principalmente nas redes sociais, por causa do trabalho com o resgate de animais vítimas de maus-tratos. Entre os casos mais conhecidos estão o da cadela que era estuprada pelo dono e do cachorro Costelinha, que morreu por sequelas do espancamento de um lutador de MMA. 

O “Vereador Animal”, nome que trabalhou em campanha nas redes sociais, promete que, mesmo atuando na carreira política, não vai deixar de ajudar os animais.

“Esse é o meu estilo de vida. É uma coisa que eu amo fazer e não mudo por nada. Agora e vou atuar não só pelos animais, mas também pela população”, afirmou.

Atualmente, o vereador está concluindo o curso de Direito e também trabalha como assessor jurídico, além de dirigir a ong Unidade de Proteção Animal Costelinha (Upac). 

Compartilhamentos