Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Mesmo em meio a uma briga judicial, a Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) elegeu na tarde desta quarta-feira, 15, os 6 novos deputados para compor a mesa diretora junto com o presidente da casa, Kaká Barbosa (PTdoB), no biênio 2017/2019. Os eleitos formaram chapa única e tomaram posse imediata.

Com 18 votos a favor e um contra do deputado Paulo Lemos (Psol), foram eleitos: Roseli Matos (PP) para a 1ª vice-presidência, Max da AABB (SD) 2ª vice, deputada Edna Auzier (PSD) para a 1ª secretaria, Pastor Oliveira (PRB) com a 2ª, Mira Rocha (PTB) com a 3ª e Raimunda Beirão (PMB) com a 4ª secretaria da mesa diretora.

Estavam ausentes da sessão, os deputados Augusto Aguiar (PMDB), Charles Marques (PSDC), Jaime Perez (PRB), Jory Oeiras (PRB), Júnior Favacho (PMDB) e Pedro Dalua (PSC).

A eleição foi rápida e ocorreu depois de três mandados de segurança impetrados pelos deputados Jaime Perez, Luciana Gurgel e Jaci Amanajás pedindo suspensão da eleição. Na manhã desta quarta, a desembargadora Stella Ramos, do Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), negou liminar para os casos.

Compartilhamentos