Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Um jovem artesão usa a habilidade adquirida quando era criança para sustentar a família. Ele constrói bonecos de super-heróis usando pedaços de sandálias de borracha. Com cada peça, ele chega a ganhar até R$ 30.

Evandro Oliveira, de 21 anos, é casado e tem um filho. Ele mora com a mãe e uma irmã no Bairro Perpétuo Socorro, zona leste de Macapá, e conta que começou a fazer os bonecos com 13 anos, motivado pela falta de condições da mãe em comprar brinquedos para ele.

Bonecos produzidos pelo artesão são todos articulados. Fotos: André Silva

Bonecos produzidos pelo artesão são todos articulados. Fotos: André Silva

Os bonecos são personagens de revistas em quadrinhos, desenhos e vídeo game. Eles impressionam pela riqueza de detalhes. Todos os dedos, braços, pernas e cabeça dos bonecos são articulados.

“Agora que cresci e estou precisando, minha arte começou a me ajudar no sustento da casa. Deixou de ser brinquedo e passou a ser um meio de renda para mim”, argumentou o rapaz.

artesão 2

Evandro Oliveira: bonecos deixaram de ser brinquedo para ser fonte de renda

Jovem produzia bonecos por diversão na infância

Jovem produzia bonecos por diversão na infância

Ele faz uso da borracha de sandália como matéria prima, lâmina e tesoura. Leva até um dia para uma peça ficar pronta, mas isso varia de acordo com cada personagem.

“O personagem do jogo Deus da Guerra (God of War), por exemplo, demorou um dia inteiro”, explicou.

artesão 1

Borracha é matéria-prima dos bonecos

Evandro está todos os sábados e domingos na Praça Floriano Peixoto, Centro de Macapá, a partir das 18h fazendo exposição de seus bonecos que podem variar de R$ 15 a R$ 30.

Compartilhamentos