Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um homem acusado de assaltos foi morto numa troca de tiros com policiais do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM) na madrugada desta quinta-feira, 23.

No primeiro crime, por volta das 3h, o criminoso furtou uma motocicleta BIZ vermelha que estava numa residência no Bairro Jardim Felicidade, na zona norte de Macapá. A vítima logo percebeu e acionou o 190.

Policiais em diligências nas proximidades do Bairo Ypê conseguiram logo localizar o elemento que se recusou a obedecer a ordem para estacionar o veículo, e ainda atirou contra a viatura atingindo a porta traseira esquerda do veículo.

“Só não perfurou por causa do calibre 22. Se fosse um calibre maior teria atravessado e atingido o nosso policial”, observou o major André, comandante do BRPM.

Motocicleta foi furtada no Jardim I

Motocicleta foi furtada no Jardim I

Durante a troca de tiros, o acusado foi atingido duas vezes e tombou. Ele ainda foi socorrido e levado para o Hospital de Emergência de Macapá, onde já chegou morto. Até o início da manhã ele permanecia sem identificação, mas os policiais o reconheceram pelo apelido de “Bibico”.

Ele estava usando a jaqueta do proprietário da motocicleta, que também teve a carteira porta cédulas levada pelo bandido.

No Jardim Felicidade II, momentos antes de ser morto, ele havia tentando roubar um vigilante que também estava numa motocicleta, mas a vítima conseguiu fugir.

“Ele me perseguiu. Com uma mão ele segurava a arma e com a outra ele pilotava. Depois ele acabou desistindo”, disse o vigilante que quase foi roubado.

Arma calibre 22 usada pelo bandido. Fotos: Olho de Boto

Arma calibre 22 usada pelo bandido. Fotos: Olho de Boto

Se fosse um calibre maior, teria atingido o policial, disse o comandante do BRPM

Se fosse um calibre maior, teria atingido o policial, disse o comandante do BRPM

O proprietário da BIZ reconheceu sua própria jaqueta vestida no criminoso já morto.

“Ele arrombou o cadeado, entrou em casa, levou a moto, celular e a carteira…ele mexeu nas facas da cozinha e deixou uma na saída da casa. Acho que ele estava preparado para me acertar se eu descesse”, disse o proprietário da BIZ, que ainda faz outra revelação. Ouça:

 

 

Compartilhamentos