Aulas de zumba são “pagas” com leitura de Salmo

Exercício e leitura de passagem bíblica buscam por melhor condicionamento físico e melhora da autoestima, diz instrutor
Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Os moradores do município de Laranjal do Jari, distante 296 quilômetros de Macapá, no sul do Amapá, estão mais preocupados com qualidade de vida e hábitos saudáveis. Todos os dias, antes do por do sol, grupos se reúnem na praça do Terminal Rodoviário para caminhar, correr e dançar zumba. As aulas são pagas com a leitura de versículos da Bíblia.

Dezenas de pessoas se encontram na praça do Terminal Rodoviária para as aulas de zumba. Fotos: André Silva

Dezenas de pessoas se encontram na praça do Terminal Rodoviário para as aulas de zumba. Fotos: André Silva

As aulas, que têm a instrução do professor de dança Angel Sousa, de 39 anos, são pagas com a leitura de um Salmo por dia. Todas as alunas têm que cumprir a tarefa para participar da próxima aula. O professor explica que nem todas têm condições de desembolsar R$ 40 ou R$ 50, por isso instituiu a única condição para participar das aulas.

“Elas me ajudam muito como podem, mas todas têm a obrigação de ler um Salmo para mim antes de ir. Essa é a forma de pagamento”, disse o professor que procura com o ato ajudar pessoas a melhorarem sua autoestima.

?

Professor de dança Angel Sousa: leitura do Salmo é obrigatória para os participantes

Pessoas como a dona de casa Silene Benício, de 34 anos, e a guarda municipal Keila Klen, de 38 anos, contam que além da autoestima ter melhorado, perderam peso e ganharam mais disposição.

“Estou com dois meses praticando a zumba e nesse tempo já perdi 9 quilos. Estou me sentindo bem melhor. Eu já tiro minha sobrancelha e até na hora de me vestir me sinto bem melhor quando olho no espelho. Quando chega próximo do horário, eu já fico agoniada e sou uma das primeiras a chegar”, conta satisfeita Silene Benício.

Alunas das aulas relatam bem estar e mais disposição para atividades diárias

Alunas das aulas relatam bem estar e mais disposição para atividades diárias

A guarda municipal Keila Klen, que nasceu em Monte Dourado, começou as aulas no dia primeiro de janeiro deste ano e já se sente bem melhor fisicamente.

“É ótimo. Muito bom para a saúde. Já perdi alguns quilinhos e me sinto mais disposta até no meu trabalho”, disse contente.

As atividades começam as 17h30min e são aberta para todos os públicos.

Rodoviária é local preferido dos moradores de Laranjal do Jari para realização de atividades físicas

Rodoviária é local preferido dos moradores de Laranjal do Jari para realização de atividades físicas

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.