Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Policiais militares de vários batalhões do Amapá passaram a madrugada deste sábado, 11, intensificando o patrulhamento na capital. CNHs foram apreendidas e um detento de prisão domiciliar foi flagrado quando ia para uma festa.

“Tem passagem por roubo, e era para estar em casa, e não indo para a festa no fim de semana. A Polícia Militar está nas ruas e rodovias recomendando condutores quanto as normas de conduta, e também averiguando suspeitos com possíveis passagens pelo Iapen, assim como armas e foragidos”, resumiu o tenente Alves Neto, do BPRE.

Detento deveria estar cumprindo pena em casa, mas estava indo para uma festa. Fotos: Olho de Boto

Detento deveria estar cumprindo pena em casa, mas estava indo para uma festa. Fotos: Olho de Boto

Tenente Alves Neto: averiguar suspeitos com possíveis passagens pelo Iapen

Tenente Alves Neto: averiguar suspeitos com possíveis passagens pelo Iapen

brpe 2

Nove CNHs foram apreendidas

No total, 9 CNHs foram recolhidas porque os motoristas estavam dirigindo sob o efeito de álcool. Todos se recusaram a fazer o exame do bafômetro, mas confessaram ter bebido antes de dirigir. Além da apreensão das habilitações, eles foram conduzidos para o Ciosp do Pacoval.   

Um grupo de jovens que estava a caminho de uma festa foi abordado na Rodovia JK. Em consulta ao Ciodes, o BPRE descobriu que um deles deveria estar em prisão domiciliar. Ele também foi apresentado no Ciosp do Pacoval.

Bope revista suspeitos no Jardim Felicidade: saturação

Bope revista suspeitos no Jardim Felicidade: saturação

Policiais do Bope escolheram cinco bairros da zona nore

Policiais do Bope escolheram cinco bairros da zona norte

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) também intensificou o policiamento, e fez muitas abordagens a suspeitos na zona norte de Macapá. Com base em estatísticas de criminalidade, os bairros escolhidos foram o Novo Horizonte, Jardim Felicidade I e II, e Brasil Novo. 

“Os índices de ocorrências nessas áreas estão muito elevados. Por isso vamos saturar para ficar com índice zero de ocorrência. Até às 21h não encontramos nenhum crime em andamento, o que demonstra a eficiência desse tipo de trabalho”, observou o comandante do Bope, tenente-coronel Paulo Mathias. 

Compartilhamentos