Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um homem, de idade não identificada, foi atropelado por um caminhão guincho no início da tarde desta quarta-feira, 22, no cruzamento da Rua Hugo Alves Pinto com a Avenida Oscar Santos, no Bairro Perpétuo Socorro, zona leste de Macapá.

O motorista do veículo fugiu sem prestar socorro e está sendo procurado pela polícia. Populares conseguiram anotar o número da placa e diligências estão sendo feitas pelo Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran).

Moradores conseguiram anotar placa do veículo. Fotos: Olho de Boto

Moradores conseguiram anotar placa do veículo. Fotos: Olho de Boto

Segundo testemunhas, Mazaniel Gonçalves Teixeira havia acabado de sair de um bar, por volta das 13h, quando tentou atravessar a rua e foi atropelado pelo caminhão. A área é conhecida por moradores como local de acidentes frequentes, por conta da falta de sinalização. 

“O condutor pode ser qualquer pessoa, mas tem um proprietário o veículo, mas ainda não pode se confirmar quem foi, apenas o número da placa”, disse o Cabo Geison, do BPTran.

O corpo de Mazaniel Gonçalves foi reconhecido por um parente que passava no local. A equipe da polícia foi levada até sua residência, no Bairro do Pacoval, onde foi confirmada sua identidade. 

“O ideal é que o condutor não fuja do local, mas que permaneça para os procedimentos necessários, pois será atenuante para ele no caso”, concluiu o policial.

Moradores da área relataram que acidentes são comuns na travessia e que a falta de sinalização e a imprudência de motoristas são os principais fatores para as ocorrências.

Motorista fugiu sem prestar socorro

Motorista fugiu sem prestar socorro

“Mais uma vítima no local, infelizmente fatal, já vi gente perder a perna nesse cruzamento, as pessoas não se conscientizam, já caiu carro pra dentro do canal. O trânsito é sempre intenso”, lamentou um senhor de nome Lucivaldo.

Após o caso ser comunicado ao Ciosp do Pacoval e para a família da vítima, o BPTran segue as buscas pelo paradeiro da pessoa que dirigia o caminhão no momento do acidente.

Compartilhamentos