Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Amigos e familiares da estudante de Direito Eliany Nascimento, de 21 anos, que sofre de leucemia, estão organizando um evento para cadastrar possíveis doadores de medula óssea, única esperança para cura da jovem.

A programação será no próximo sábado, 11 de fevereiro, em uma igreja no centro da cidade e o Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap) estará no local fazendo o cadastro de voluntários.

Eliany (de preto) e a irmã gêmea. Jovem está em São Paulo fazendo tratamento. Fotos: arquivo familiar

Eliany (de branco) e a irmã gêmea. Jovem está em São Paulo fazendo tratamento. Fotos: arquivo familiar

O caso de Eliany

A doença começou a dar sinais no fim de 2016, durante uma viagem de férias, e a família teve que ir para São Paulo para dar início ao tratamento  Eliany Nascimento.

Para os amigos, que começaram a campanha “Por mais doadores”, pelo Facebook, Eliany é uma pessoa meiga, alegre e muito carismática. Ela tem uma irmã gêmea e mora com os pais.

Familiares e amigos organizam campanha em busca de doador

Familiares e amigos organizam campanha em busca de doador

“Ela é muito cheia de vidas e sonhos. Estava fazendo estágio e o tempo todo correndo atrás para ter suas coisas. Ama o curso que faz e está doida para dar continuidade. Constantemente estamos juntas em programações de encontro de jovens da nossa igreja”, contou a amiga e prima, Jéssica Costa. 

Toda amostra coletada será levada para análise para saber há compatibilidade. O material irá alimentar o banco de dados nacional de doadores de medula, o que poderá ajudar outras pessoas que também precisam de doação.

No evento, haverá concurso de bandas e cantores com premiações que vão de R$ 300 a até R$ 700. A programação acontecerá na Igreja Celeiro, na Avenida FAB, 2202, Centro de Macapá, a partir das 16h.

Compartilhamentos