Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Com o objetivo de buscar recursos para a recuperação dos ramais de várias regiões do Amapá, o senador Davi Alcolumbre (DEM) e o superintendente do  Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no estado, Fábio Muniz, estiveram em Brasília, na terça-feira, 7.

Eles foram recebidos pelo presidente Nacional do Incra, Leonardo Góes, que parabenizou a iniciativa de procurar esse tipo de demanda.

Situação de ramais é problema sempre levantado por moradores de municípios do interior para senador. Foto: Seles Nafes

Situação de ramais é problema sempre levantado por moradores de municípios do interior para senador. Foto: Seles Nafes

“Normalmente os parlamentares apresentam pedidos para aquisição de patrulha mecanizada, um processo bem mais demorado e burocrático. A recuperação de ramais não é apenas uma ação para escoar a produção, é também, um direito que a população tem de se deslocar”, comentou o presidente do Incra.

Durante o encontro, o senador Davi Alcolumbre destacou que essa é uma demanda que ele tem recebido com frequência ao andar pelo interior do estado.

“Em janeiro, participamos de uma audiência pública no município de Itaúbal, que contou com a participação de agricultores, vereadores e o prefeito. Durante essa audiência, os participantes apresentaram as dificuldades enfrentadas pela falta de energia elétrica, água, asfaltamento e precariedade nas condições de trabalho. Ouvi todos os problemas com atenção e agora é hora de agir”, disse Alcolumbre.

Senador Davi Alcolumbre em encontro: Melhoria dos ramais é fundamental para desenvolvimento do estado. Foto: Ascom/divulgação

Senador Davi Alcolumbre em encontro: Melhoria dos ramais é fundamental para desenvolvimento do estado. Foto: Ascom/divulgação

O senador se comprometeu também com os trabalhadores da agricultura familiar em indicar uma emenda para a construção de uma fábrica de polpas de frutas para que os trabalhadores rurais possam industrializar a produção. Outro compromisso foi o de buscar a retomada do programa Luz Para Todos, ainda neste primeiro semestre.

Já o superintendente do Incra no Amapá, Fábio Muniz, apresentou a demanda de construção e recuperação de 50 quilômetros de estradas, que irá atender cerca de cinco mil famílias assentadas, beneficiando o transporte da produção e a circulação dos agricultores familiares.

Muniz disse que a superintendência vai realizar os estudos e os projetos necessários para a execução das obras, que podem ser feitas em parceria com as prefeituras de Macapá, Mazagão, Cutias, Itaubal e Oiapoque – todas já demonstraram interesse na cooperação com a autarquia.

Compartilhamentos