Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) anunciou que em 2017 serão investidos mais de R$ 171,8 milhões na aquisição de equipamentos, armas, munições, viaturas e na construção de quartéis, delegacias, Unidades de Polícia Comunitária (UPCs), Centros Integrados de Operações em Segurança Pública (Ciosps).

Serão contempladas as polícias Civil, Militar e Técnica (Politec), além do Corpo de Bombeiros Militar, institutos de Defesa do Consumidor (Procon) e de Administração Penitenciária (Iapen).

Dos R$ 171,8 milhões, mais de R$ 90,6 milhões são de emenda impositiva negociada entre o governador Waldez Góes (PDT) e a bancada federal, com contrapartida de R$ 2 milhões de recursos do Estado. Também há recursos garantidos do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Fundo Penitenciário Nacional.

“Todos esses investimentos vão se completar com o concurso público para a área da Segurança Pública, que pretendemos lançar ainda este semestre”, divulgou o governador.

Serão construídos quartéis do Corpo de Bombeiros no Marabaixo, Conjunto Macapaba e Fazendinha, num total de R$ 20,9 milhões em investimentos.

A PM receberá coletes, armas, munições, viaturas e cinco novos quartéis na zona oeste, Perpétuo Socorro, Conjunto Macapaba, e Santana, além da nova sede do 1º Batalhão em Macapá, totalizando R$ 30,7 milhões.

Na Polícia Civil,  serão R$ 20,1 milhões em coletes, armas, munições, viaturas, e construção da Delegacia Especializada de Investigação de Atos Infracionais (Deiais) de Santana, e edificação de três Ciosps nas zonas oeste e norte de Macapá, e no município de Santana. Também serão construídas delegacias em Mazagão, Macapá e Oiapoque, além de um quartel da PM e um Ciosp em Laranjal do Jari.

Compartilhamentos